Hora do banho no bebê: 12 dicas de ouro que vão te ajudar nesse momento

Sem estresse! Veja como garantir a limpeza e bem-estar do seu filho nesse momento

Com algumas medidas simples, é possível tornar o banho mais tranquilo (Foto: Getty Images)

O momento do banho pode gerar muitas dúvidas e receios nos pais, principalmente aqueles de primeira viagem, uma vez que a pele dos bebês é mais sensível e frágil quando comparada a de um adulto. Mas não é preciso se preocupar, seguindo algumas recomendações simples você garantirá a limpeza completa e o bem-estar do seu filho:

1) Sozinho, nunca!

Essa pode parecer uma dica óbvia, mas é importante reforçar: em hipótese alguma deixe seu filho sozinho. Caso algo aconteça, verifique se há necessidade real de ser agora ou pode esperar, e se mantenha de olho no bebê.

2) Pronto para uso

Antes de iniciar o banho, já faça um “checklist” de tudo o que irá precisar para garantir que tenha tudo ao alcance das mãos. Já separe o sabonete, toalha, roupa, fraldas e outros pertences para facilitar a sua tarefa.

3) De olho na temperatura

É fundamental garantir que a temperatura da água esteja adequada, ou seja, morna (entre 36,8º C e 37,5º C) para que o bebê possa controlar a temperatura do corpo. Você não precisa de um termômetro em casa, para acertar o ponto da água, enfie o cotovelo e se certifique que esteja morna.

4) Sem truques

Quando se trata do bebê, parece que todo cuidado é pouco, mas pode ficar tranquila. Não é necessário ferver ou filtrar a água do banho, pode usar a do próprio chuveiro.

A hora do banho exige alguns cuidados extras para facilitar a vida de todo mundo  (Foto: Getty Images)

5) Efeito estufa

Antes de tirar a roupa do bebê ou até mesmo preparar a água, garanta que todas as portas e janelas estão fechadas, para evitar a corrente de ar frio. No inverno, uma opção é usar aquecedor também.

6) Os detalhes fazem a diferença

Pode parecer bobagem, mas não é. Faça questão de contar com bons acessórios, como uma banheira, suporte, rede de proteção, almofada para banho ou assento para a banheira. Esses são excelentes aliados para oferecer a você e ao bebê conforto e segurança.

7) Menos é mais

Sem exageros. Durante as primeiras semanas de vida, a água já é suficiente para higienizar o bebê. Ao inserir o shampoo e sabonete também não é necessário encher a mão. Lembre-se: sempre use produtos destinados para os recém-nascidos, como o Sabonete Líquido Bebê Erva-doce da Granado, feito para limpar de uma forma delicada, garantindo uma pele macia e perfumada.

8) Deixe a aflição de lado

Tenha um cuidado especial com a região do umbigo, ao limpar o coto umbilical, por exemplo. Fique tranquila, porque ele não sente dor nessa parte do corpo, então pode seguir com a limpeza usando água e sabonete neutro. Seque levemente com uma toalha e finalize com uma haste umedecida em álcool 70% passando em volta e na base do coto.

É fundamental secar bem todas as partes depois do banho (Foto: Getty Images)

9) Atenção às dobras

Essas regiões precisam de uma limpeza caprichada. Não tenha medo de limpar o pescoço, axilas e genitais. Esses lugares podem acumular pequenas sujeiras e merecem um reforço na hora do banho.

10) Plano B

Caso o bebê comece a chorar durante o banho, teste deixá-lo de costas, apoiado em uma das suas mãos, enquanto continua a higiene com a outra. Essa pode ser uma posição relaxante e confortável para ele, permitindo que pare de chorar.

11) Proteção e cuidado

Garanta que todos os produtos que você use no bebê estejam sempre limpos e bem armazenados. A pele do bebê é mais fina e, por isso, está mais sujeita a infecções. Prevenção é sempre o melhor caminho.

12) Cálculo diferente

Uma questão que precisa ser pontuada é a quantidade de banhos por semana. Embora tenham a pele mais sensível, os bebês não entram em contato com tanta sujeira nos primeiros meses. Por isso, é possível dar banho todos os dias ou em dias alternados.