Saiba como proteger a pele do seu bebê nos primeiros dias de vida

Os recém-nascidos precisam de cuidados redobrados e a pele deles merece uma atenção especial

Os bebês sentem mais frio, perdem calor com mais facilidade e podem ficar vermelhos por qualquer coisa (Foto: Getty Images)

Os bebês são considerados recém-nascidos desde o nascimento até o 28º dia de vida. Assim que você chega em casa com o seu filho, é natural bater aquela insegurança. Afinal, são muitas as dúvidas e preocupações que passam pela cabeça de uma mãe ou um pai. Essa fase é marcada pela primeira adaptação do bebê ao mundo aqui do lado de fora. 

-Publicidade-

Em meio a tantas novidades, é preciso ter um cuidado redobrado com a pele do recém-nascido. Isso porque a pele deles é bem diferente da nossa. Até completar 2 anos de idade, a criança apresenta uma barreira cutânea mais fina, sensível e suscetível à infecções. Por isso, os bebês sentem mais frio, perdem calor com mais facilidade e podem ficar vermelhos por qualquer coisa. “A pele é o maior órgão do corpo humano. A do bebê já é desenvolvida, mas para chegar ao nível de um adulto, demora entre 2 e 3 anos de idade”, explica Dr. Claudio Len, pediatra, colunista da Pais&Filhos, pai de Fernando, Beatriz e Silvia. 

A pele tem diversas funções no nosso organismo, entre elas o equilíbrio da água, controlar a temperatura do corpo, absorver a vitamina D e principalmente como meio de contato físico entre você e seu filho, para fortalecer ainda mais o carinho e amor que chegam através do toque. Mas não basta apenas cuidar das áreas que são mais visíveis. Confira algumas dicas de cuidados com a pele do bebê nos primeiros dias de vida:

-Publicidade-

Hora do banho

Esse costuma ser o primeiro grande desafio para os pais de primeira viagem. Para ajudar na organização, deixe as coisas separadas. O trocador por perto, a toalha, o sabonete, o shampoo e o algodão. E lembre-se: basta um banho por dia. A temperatura recomendável de água é em torno de 35 a 37ºC.  Feche janelas e portas para não entrar corrente de ar frio. Tire a fralda e limpe o bebê antes de colocá-lo na banheira. Restos de xixi e cocô podem contaminar a água da banheira se você não fizer essa limpeza.

A temperatura da água do banho para o bebê deve ser em torno de 35 a 37ºC (Foto: Getty Images)

Sem assaduras

Segundo Dr. Claudio Len, a região com maior chance de irritação é a das fraldas, por estar mais abafada e em contato direto com a urina e fezes. Grande parte das assaduras aparecem quando a pele não está totalmente seca, por isso, é fundamental usar produtos que facilitem a absorção, principalmente no período noturno, em que você vai trocar menos a fralda do bebê. É importante usar um creme de prevenção às assaduras e manter a região da fralda sempre seca.

Cuidado especial

A pele do bebê é mais fina, frágil e absorve com maior facilidade tudo que é aplicado sobre ela, de bom e de ruim. Sabendo disso, é essencial ficar atento às escolhas dos produtos e buscar opções que não agridam a pele delicada do seu filho.

Além de prevenir assaduras e reparar a pele do bebê, o creme dermocalmante da Granado proporciona alívio rápido e imediato, tem toque seco, boa espalhabilidade e é fácil de remover (Foto: Granado)

O creme contra assaduras dermocalmante da Granado foi desenvolvido especialmente para atender às necessidades de peles sensíveis, como as de recém-nascidos. Além de prevenir assaduras e reparar a pele do bebê, ele proporciona alívio rápido e imediato, tem toque seco, boa espalhabilidade e é fácil de remover. 

Em sete dias de uso, o produto reduz a vermelhidão e a irritação da pele do bebê e auxilia na aceleração da regeneração da pele. Após 28 dias de uso, reduz a incidência de assaduras. Enriquecido com D-pantenol, proteínas do trigo, da aveia e amêndoa doce e vitamina E, alantoína, óleo de amêndoa doce e formulado com 40% óxido de zinco, o creme contra assaduras oferece uma potente ação secativa e calmante para a pele do seu filho.

-Publicidade-