Jovens constroem braço mecânico de madeira controlado pela mente: confira vídeo

A comunidade científica ficou impressionada com a criação e diz que a prótese pode mudar a realidade de muitas pessoas

Resumo da Notícia

  • Inventores do Quênia construiram braço mecânico com inteligência artificial
  • Os jovens David Gathua e Moses Kinua sempre foram entusiastas da ciência;
  • O objetivo do projeto é ajudar pessoas com deficiência física e motora, especialmente no Quênia.

David Gathua e Moses Kinua, do condado de Kiambu, na Quênia, chamaram a atenção dos médicos e comunidade científica após criarem um braço mecânico, com equipamentos de segunda linha, controlado por neurotransmissores e inteligência artificial. Confira o vídeo da prótese mecânica em funcionamento aqui!

-Publicidade-

O braço é operado através de sinais gerados no cérebro e captados por receptores que os converte em corrente elétrica. O equipamento também utiliza Inteligência Artificial para conectar o usuário diretamente ao mecanismo por meio de um sistema operacional montado por eles. O objetivo dos jovens é facilitar a vida das pessoas com deficiência física e motora

David Gathua e Moses Kinua afirmaram que a máquina funciona de acordo com o que você pensa
David Gathua e Moses Kinua afirmaram que a máquina funciona de acordo com o que você pensa (Foto: Reprodução Youtube/Euronews)

Os jovens usaram madeira reciclada e peças de computadores descartadas para montar o protótipo desta peça que pode revolucionar a realidade médica de muitas pessoas, especialmente no Quênia. Em entrevista à BBC, os rapazes comentaram sobre sua inspiração para a modelagem da prótese e como funciona.

“Ele age de acordo com a maneira como você pensa. Se você pensa em levantar o braço ou acenar, a tecnologia o fará de acordo com o seu desejo. Apenas pensando em uma ação, um usuário pode operar um veículo, ligar e desligar as luzes, bem como operar um computador”,explicou David.

“Quase um milhão de pessoas vivem sem um membro superior ou inferior, então pensamos em como podemos ajudá-los a se locomover em suas atividades diárias”, disse Moses. A dupla disse que a inspiração do design veio de filmes como “Robocop”.