Mãe acredita que filho esteja desidratado porque professora não o lembra de beber água durante o dia

Uma mãe alegou que seu filho estava desidratado quando voltou da escola e culpou seus professores por não terem certeza de que ele estava bebendo água suficiente ao longo do dia

Resumo da Notícia

  • Uma mãe causou polêmica online
  • A mãe disse que é responsabilidade do professor lembrar as crianças de tomar água
  • Segundo a mãe o menino estava chegando em casa desidratado

Todos sabemos a importância de beber água suficiente, mas quando se trata de crianças, elas podem precisar de um lembrete gentil para pegar suas garrafas e se manterem hidratadas ao longo do dia. E uma mãe, que compartilhou sua história anonimamente em um fórum ‘Mumsnet’, sugeriu que os lembretes deveriam vir dos professores da escola de seu filho.

-Publicidade-

A mãe explicou que seu filho, que está no fundamental e tem entre 7 e 8 anos, frequentemente volta para casa da escola parecendo “pálido” porque não bebe água o dia todo. Ela disse que fez o possível para lembrar o filho de se manter hidratado, mas acha que a professora deveria garantir que ele beba água durante todo o dia escolar.

A mãe escreveu: “Estou sendo irracional ao pensar que é responsabilidade de uma professora de escola primária garantir que as crianças bebam água durante o dia? Meu filho está no 3º ano. Ele frequentemente sai pálido, cansado e hoje saiu com cólicas estomacais. Aconteceu que sua garrafa de água cheia ainda estava na mochila, então não bebeu o dia todo, das 8h45 às 15h15.”

A mãe acredita que seja dever do professor lembrar o filho de beber água
A mãe acredita que seja dever do professor lembrar o filho de beber água (Foto: Getty Images)

“E ele também não toma uma bebida na hora do almoço. Ele é introvertido que luta contra a ansiedade às vezes, se isso faz alguma diferença. Tentei explicar a ele a importância de se manter hidratado e disse que ele deveria se esforçar muito para se lembrar. Mandei um e-mail para a professora no ano passado e ela disse que tentaria lembrá-lo. Estou apenas frustrada, e não tenho certeza se estou sendo irracional.”

Os comentaristas do post ficaram divididos pelas declarações da mãe, com muitos sugerindo que os professores da escola já estão ocupados o suficiente sem precisar garantir que seus alunos estejam bebendo água. Uma pessoa disse: “Eu tenho uma criança ansiosa que sai da escola neste estado também, mas você está sendo irracional. Como a professora poderia adicionar isso ao seu dia ocupado cuidando e ensinando tantas crianças?”

Enquanto outro acrescentou: “Eu diria que para uma criança de 4-5 anos o professor deve incentivá-los, mas definitivamente não para uma criança de 7-8 anos!” E outros comentaristas sugeriram maneiras de tornar seu filho mais consciente de sua garrafa de água, o que poderia ajudá-lo a beber com mais frequência.

Alguém disse: “Se você o mandasse com a garrafa de água na mão em vez da bolsa, haveria mais chances de ele entrar na sala de aula bebendo?” Ao que a mãe respondeu: “Sim! Obrigado a todos por esta sugestão (realmente bastante óbvia agora que você mencionou!) – com certeza farei isso a partir de amanhã! Acho que se estiver na linha de visão dele, ele terá uma melhor chance de lembrar.”