Ministério da Saúde começa a aplicar doses 100% brasileiras contra a Covid-19

As primeiras doses foram aplicadas na tarde desta última terça-feira, 22 de fevereiro. Os imunizantes foram transferidos da farmacêutica AstraZeneca para a Fiocruz

Resumo da Notícia

  • Ministério da Saúde começou a aplicar doses 100% brasileiras contra a Covid-19
  • Os imunizantes foram transferidos da farmacêutica AstraZeneca para a Fiocruz
  • O registro do insumo foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Nesta última terça-feira, 22 de fevereiro, o Ministério da Saúde começou a aplicar doses da vacina contra a Covid-19 100% brasileiras. Os imunizantes foram transferidos da farmacêutica AstraZeneca para a Fiocruz.

-Publicidade-

A primeira dose foi aplicada durante uma cerimônia do Ministério da Saúde em Brasília na tarde de hoje. O registro do insumo foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no dia 7 de fevereiro.

Ministério da Saúde aplica pela 1º primeira vez doses 100% brasileiras contra a Covid-19
Ministério da Saúde aplica pela 1º primeira vez doses 100% brasileiras contra a Covid-19 (Foto: Getty Images)

“A adesão à vacinação foi um elemento central ao enfretamento da pandemia de Covid-19 no país”, afirmou Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz. “A produção da vacina 100% nacional não seria possível sem o engajamento da sociedade”, acrescentou.

De acordo com a empresa, mais de 550 mil doses foram entregues e já estão incluídas aos pacotes de entregas da Fiocruz para este ano.

Busca nas escolas

Uma busca ativa irá começar a ser feita pela Secretaria da Saúde da cidade de São Paulo nesta segunda-feira. Todas as escolas municipais irão entrar no novo modelo, onde crianças de 6 a 11 anos devem ser vacinadas com pelo menos a primeira dose do imunizante.

A vacinação infantil contra a covid-19 irá ser feita também nas escolas
A vacinação infantil contra a covid-19 irá ser feita também nas escolas (Foto: reprodução/ Getty Images)

Segundo a prefeitura, as unidades de saúde de cada bairro, junto com as escolas, fazem o agendamento das ações de vacinação, que começa nesta segunda (21). Se necessário, cada escola pode ter mais de um dia de campanha. A vacinação deve ocorrer no horário de início das aulas e 30 minutos antes do término de cada período. Leia a matéria completa aqui.