Mulher de 57 anos dá à luz segundo filho e se torna uma das mães mais velhas do mundo

Em New Hampshire, a professora Barbara Higgins, gerou um bebê saudável chamado Jack, após três horas em trabalho de parto

Resumo da Notícia

  • A professora norte-americana de 57 anos, deu à luz segundo filho
  • Barbara Higgins se tornou uma das mulheres mais velhas a ter um filho naturalmente nos EUA
  • Barbara deu à luz um menino saudável chamado Jack após três horas de trabalho de parto

Barbara Higgins, é a prova de que você tem a idade que sente! A professora norte-americana de 57 anos, deu à luz neste último último sábado, 20 de março e se tornou uma das mulheres mais velhas a ter um filho naturalmente nos EUA.

-Publicidade-
Mulher de 57 anos dá à luz segundo filho (Foto: Reprodução / Vídeo NBC)

Barbara deu à luz um menino saudável chamado Jack, no Hospital Concord, após três horas de trabalho de parto. A mulher ainda conta que acha que poderia passar por mais uma gestação tranquilamente. “Vivemos até os 100 anos, escalamos montanhas e esquiamos até os 90”, disse Higgins à NBC Boston.

Um dos motivos para Barbara ter uma gravidez saudável é o estilo de vida saudável. A mãe que disse que praticou  exercícios até o dia em que entrou em trabalho de parto. “Eu treino muito peso e todas aquelas coisas malucas do Crossfit de que você ouve fala”, disse ela.

-Publicidade-
Mulher dá à luz aos 57 anos após perda de filha adolescente (Foto: Reprodução / Vídeo NBC)

Ela vive na cidade de New Hampshire com o marido, o policial Kenny Banzhoff. “Vencemos todas as probabilidades. Estou tão orgulhoso dela”, disse ele. O casal está feliz pela família ter aumentado. Em 2016  eles perderam uma filha, Molly, que teve um tumor cerebral aos 13 anos. “Comecei a ter esses sonhos de que queria ter um filho e pensei: ‘OK, Barb, isso é um pouco louco”, disse Barbara.

O casal realizou fertilização in vitro em uma clínica em Boston que topou atender uma mulher na casa dos 50 anos, e encorajam outros casais mais velhos a também terem bebês. “Não sei como estarei daqui a 10 anos … E por que Jack não deveria estar vivo, só porque estou velha?”, finalizou.