Mulher que quase não tem músculos no corpo dá à luz e foto dela com o filho dá a sensação de que tudo é possível

Sheree Psaila tem uma doença genética rara chamada Artrogripose Congênita Múltipla. Apesar de uma série de dificuldades, a australiana realizou o sonho de aumentar a família e teve um bebê saudável

Resumo da Notícia

  • Mulher que quase não tem músculos no corpo dá à luz a um filho saudável
  • Ela sofre de uma doença genética chamada Artrogripose Congênita Múltipla
  • Quando nasceu, os pais de Sheree receberam a notícia de que ela teria apenas um ano de vida
  • Hoje ela conta sobre a experiência de ser mãe
Sheree e Hayden (Foto: reprodução Little Things)

Ter um filho já não é uma tarefa fácil, imagine então quando quase não se tem músculos? Pois é, a australiana Sheree Psaila tem uma doença genética rara que faz com que ela praticamente não tenha músculos no corpo. A debilidade, no entanto, não impediu Psaila de ser mãe.

-Publicidade-

O filho Hayden nasceu em 2016, fruto do casamento de Sheree com Chris e, apesar das complicações, a gestação ocorreu bem. A australiana de 1 metro e 22 centímetros deu à luz a um garoto de 47 centímetros e 2,5 quilos. Em uma entrevista recente ao site Little Things, ela contou que precisou de uma anestesia geral para conseguir ter o bebê, que não tem nenhum problema de saúde.

“Eu amo ser mãe, mas fica frustrante às vezes porque tem muitas coisas que eu não posso fazer. Eu consigo trocar a fralda dele, mas demoro muito e eu ainda preciso de ajuda para levantar as perninhas do meu filho porque eu não consigo. Quando ele era menorzinho nossa babá segurava o Hayden enquanto eu o dava banho, mas agora ele já está maiorzinho e fica sentadinho enquanto eu dou o banho”, contou em entrevista.

-Publicidade-
Sheree e Hayden (Foto: reprodução Little Things)

Sheree sofre de Artrogripose Congênita Múltipla e ao longo da vida já passou por 20 cirurgias. Ela já superou todas as expectativas dos médicos, que, quando ela nasceu, disseram aos pais que viveria no máximo 1 ano. “Eu sempre sofri bullying, as pessoas não entendiam minha condição, achavam que eu também tinha algum tipo de problema intelectual, o que não é o caso”, contou. “Eu sou uma mãe com uma deficiência, o que faz com que eu tenha algumas dificuldades de locomoção, etc, mas é só isso”, ressaltou.

-Publicidade-