Paloma Bernardi faz desabafo sobre desejo de ser mãe: “Experiência única”

A personagem que a atriz está atuando na peça “Novo Normal” está recorrendo à fertilização para ter um filho e ela contou que se aproxima da personagem na questão da maternidade

Resumo da Notícia

  • Paloma Bernardi fez desabafo sobre desejo de ser mãe
  • Ela ainda refletiu que se relaciona, no quesito de maternidade, com a personagem que atua na peça "Novo Normal"
  • A atriz ainda comentou que chega a se questionar, aos 35 anos, sobre se deve congelar os próprios óvulos

Apesar da pandemia ter afetado de mais o meio artístico, Paloma Bernardi triunfou em meio às dificuldades. Ela, nos últimos meses fez dois curta-metragens, participou da audiossérie “#Tdvaificar…”, de Jaqueline Vargas, e agora está atuando na peça “Novo Normal”, interpretando a terapeuta holística Amanda.

-Publicidade-

No enredo Paloma faz par com Juliana Alves e está recorrendo, segundo ‘O Globo’, à fertilização para ter um filho. E ela ainda disse que enquanto tange à maternidade ela se identifica com a personagem.

“Quero muito ser mãe. A história me toca num lugar pessoal. Tenho 35 anos. Não sei quando vai ser, mas espero que venha. Não projeto muito, mas quero. Desejo estar preparada. A gente nunca sabe como vai ser. Já interpretei personagem nessa realidade, mas nunca fui mãe. Então, fico me espelhando na minha mãe, na minha cunhada e nas amigas. Vou armazenando. Quando tiver, vai ser uma experiência única. Vou aprender com meu filho e ele vai aprender comigo. Já pensei em congelar óvulos, mas ainda não oficializei. Se os médicos orientarem, por que não? Se for necessário, farei, porque tem a questão biológica”, adicionou ela, que já convive diariamente com duas crianças, a sobrinha e o filho de 4 anos do ator Dudu Pelizzari, namorado dela desde 2018.

-Publicidade-
Ela revelou o desejo de ser mãe (Foto: Reprodução/ Instagram @palomabernardi)

“Acabo vivendo junto com o Dudu essa realidade, a responsabilidade de educar e lapidar essa criança. Cada dia uma novidade muito linda. Estou do lado acompanhando. As crianças ao meu redor me animam para ser mãe”, disse ela, que ainda revelou com quem tem passado a pandemia.

“Estou com meus pais e minha avó. Claro que com o estresse da convivência sai um pouquinho de faísca. Aí eu sempre vou para o meu quarto e me isolo. Mas todo mundo se ama. O grande presente da quarentena foi o autoconhecimento. Criei uma rotina de atividade física, fiz cursos on-line, comecei a terapia e me apeguei às orações”, concluiu Paloma.

10º Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-