Pesquisa aponta qual faixa etária em que as pessoas sentem mais alegria na vida

Uma professora da Universidade de Vigo, na Espanha, fez um estudo mostrando em qual idade as pessoas são mais felizes

Resumo da Notícia

  • Um estudo mostrou qual idade as pessoas sentem mais felicidade na vida
  • A pesquisa contou com pessoas de diversas faixas etárias acima dos 50 anos
  • A análise pode ajudar a reconhecer o que é necessário para ter uma melhor qualidade de vida

Um estudo apontou qual idade somos mais felizes na vida. A pesquisa contou com pessoas de diversas faixas etárias diferentes, na qual responderam em qual período se sentiram mais satisfeitas com as circunstâncias. A análise foi feita com 17.000 participantes de 13 países europeus, com pessoas a partir de 50 anos e foi publicada no Springer Social Indicators Research.

-Publicidade-

A idade em que a pesquisa recebeu maiores resultados em relação ao assunto foi entre 30 a 34 anos de idade. “Os resultados mostram que a probabilidade de viver o período mais feliz da vida apresenta uma relação côncava com a idade, com um ponto de inflexão por volta dos 30-34 anos e uma tendência decrescente a partir desse ponto. Retrospectivamente, a meia-idade não é considerada o período menos provável e mais feliz da vida”, disse Begoña Alvarez, responsável pelo estudo e professora de economia aplicada da Universidade de Vigo, na Espanha.

O ser humano vai poder viver até os 130 anos se os avanços da medicina forem o suficiente
Pesquisa aponta qual idade somos mais felizes (Foto: Freepik)

O artigo pode estar além do que somente informar a idade em que aponta o auge da alegria das pessoas. O objetivo principal é o de mapear a população para saber o que realmente as pessoas necessitam para ser mais felizes. Os pesquisadores acreditam que os resultados podem melhorar a qualidade de vida, especialmente da população idosa.

Claro que sabemos que para sermos felizes, não precisamos de muito. Um coração repleto de gratidão e conseguir desfrutar de pequenos momentos bons da vida, já irão nos ajudar a alcançarmos essa alegria. No entanto, nada melhor do que termos uma ajuda com isso, não é mesmo?