Pesquisa mostra quais as melhores e as piores máscaras para proteger contra coronavírus

Cientistas norte-americanos testaram 14 modelos de máscaras e registraram quais deles que mais reduzem a transmissão de gotículas, o que ajuda a evitar a transmissão de covid-19

Resumo da Notícia

  • As máscaras passaram a fazer parte da vida de todos
  • O uso do acessório ajuda a prevenir a contaminação do coronavírus
  • Pesquisadores americanos testaram 14 modelos de máscaras e selecionaram os melhores e os piores

A máscara passou a ser um acessório muito importante contra a contaminação do coronavírus. Mas sempre rola aquela dúvida sobre qual o melhor modelo… Pois bem, pensando nisso, um grupo de pesquisadores norte-americanos, da Duke University, testou 14 modelos e listou, em um estudo publicado na Science Advances, quais os melhores e os piores modelos contra a covid-19.

-Publicidade-

Dentre as opções estavam as de algodão, de lã, bandanas e as do modelo N95 – que, como já era esperado, foi a vencedora do teste. A máscara N95 sem válvula, que geralmente é usada por profissionais da área da saúde, filtra quase todas as partículas, tanto as grandes, quanto as pequenas – no teste, ela foi capaz de reduzir a transmissão de gotículas para menos de 0,1%! Ou seja, essa é, sem dúvidas, a melhor opção para se proteger do coronavírus.

Pesquisa mostra quais as melhores e as piores máscaras para proteger contra coronavírus (Foto: Getty Images)

As máscaras de algodão caseiras e as de três camadas, que são as mais usadas frequentemente, também têm boa cobertura e durante os testes evitaram que as gotículas entrassem e saíssem durante a fala em 90% ou mais quando comparado com a ausência de máscaras.

-Publicidade-

Os modelos tipo bandana, que geralmente são usadas por ciclistas e cobrem do nariz ao pescoço, e as feitas de malha, ofereciam pouca proteção. Mas as máscaras de lã foram as piores na avaliação e devem ser evitadas. Isso porque esse material faz com que as gotículas maiores se espalhem e virem gotículas menores, que geralmente ficam no ar por mais tempo.

Foram testados 14 modelos de máscaras contra o coronavírus (Foto: Reprodução / Science Advances / Emma Fischer, Duke University)

Como a pesquisa foi feita

Para chegar a esses resultados, os estudiosos usaram medição óptica de gotículas respiratórias durante a fala – ou seja, em uma caixa preta, eles colocaram um laser e uma câmera de celular e pediram que uma pessoa falasse, na direção do feixe de laser, a frase: “mantenham-se sudáveis, pessoal”.

Em um vídeo de cerca 40 segundos, eles registraram as gotículas que saíram durante a fala – e esse teste foi feito sem máscara para servir de controle, e depois, repetido usando os 14 modelos selecionados. Para contar o número de partículas de cada teste, eles usaram um algoritmo de computador.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-