Rodrigo Mussi manda indireta para a família após polêmica com o irmão

O ex-BBB contou aos fãs presencialmente que estes fazem mais por ele do que a própria família

Resumo da Notícia

  • Rodrigo Mussi manda indireta para a família e relata ingratidão por parte desta
  • O irmão do ex-BBB, Diogo, afirma que não quer reconciliação
  • O administrador segue sem o apoio dos dois irmãos

Em uma época polêmica de farpas trocadas entre familiares, o ex-BBB Rodrigo Mussi mandou um recado para a família neste domingo, 17. Confusões entre os irmãos vieram à tona junto da melhora do estado de saúde do gerente comercial após um acidente de carro em março deste ano.

-Publicidade-

Tudo aconteceu quando o ex-brother se encontrou com fãs que tatuaram falas ditas por ele durante sua participação no BBB22. Após a conversa, ele afirmou estar feliz com o carinho dos admiradores: “Eu estou muito feliz, eles vieram de longe, me deram muitos presentes, eu estou aqui cheio de presentes. Eu sou muito apaixonado pelos meus fãs. O que eles fazem, nem a minha família fez”, afirmou o administrador.

Diogo Mussi falou recentemente sobre possível reconciliação com o irmão (Foto: Reprodução/Instagram)

Ainda na semana passada, irmão de Rodrigo, Diogo Mussi foi questionado sobre sua relação com o administrador e se pretendia voltar a falar com este; assim ele respondeu: “Não. Feliz por ele estar vivo e bem. Mas não quero mais contato. A não ser que haja uma mudança radical”. Diogo ainda citou o irmão mais novo da família, Rafael, com quem os dois não mantinham relação, assim como a mãe. O advogado deu a entender, que seus dois irmãos também teriam se desentendido: “Mas como ele [Rodrigo] disse que ‘não é nada grave’, imagino que as coisas continuem assim. Eu e o Rafael já imaginávamos esse caminho”, completou.

Diogo ainda ressaltou um comentário feito pelo irmão durante uma entrevista, em que Rodrigo teria afirmado que o conflito não era tão importante ou sério. “Eu não ia falar mais nada, mas acordei com várias mensagens sobre a entrevista dele falando de mim e parecendo que é pouca coisa, nada demais, fazendo parecer que eu faço tempestade. Se para ele ‘não é nada grave’, ok. Para mim é diferente”, desabafou. “Sem falar nas mensagens de ódio que venho recebendo. Eu sempre vou ficar quieto, a não ser que ele fale de mim ou que eu precise proteger a minha família”, ressaltou o advogado.