Rose Miriam, mãe dos filhos de Gugu Liberato, tem aumento de pensão negado pela Justiça

A decisão foi tomada pela Justiça de São Paulo, que vetou o pedido de Rose Miriam de que a quantia recebida fosse aumentada. A médica e viúva de Gugu Liberato não recebeu parte da herança após morte do apresentador, em 2019

Resumo da Notícia

  • A Justiça negou o aumento do valor da pensão recebida por Rose Miriam, esposa de Gugu Liberato
  • O apresentador faleceu em dezembro de 2019, vítima de um acidente doméstico
  • Rose não recebeu parte alguma da herança de Gugu, que foi destinada apenas aos filhos, sobrinhos e mãe do apresentador, Maria do Céu Moraes

A Justiça negou o pedido feito por Rose Miriam – viúva de Gugu Liberato – para que fosse aumentado o valor da pensão que ela recebe. Rose não recebeu parte alguma da pensão do apresentador, que foi destinada apenas aos filhos, sobrinhos e à mãe dele, Maria do Céu Moraes.

-Publicidade-

A decisão foi tomada pelos desembargadores  Edson Luiz de Queiroz, César Peixoto e Galdino Toledo Júnior, conforme informações citadas pelo portal Na Telinha. Segundo Galdino, a decisão foi tomada baseado no acordado previamente no testamento de Gugu.

Gugu Liberato e a família
Gugu Liberato e a família (Foto: Reprodução Instagram)

“Se Gugu não havia assumido qualquer encargo dessa natureza, não é possível promover esse tipo de pedido em face do espólio”, confirmou o desembargador. A defesa de Rose também se pronunciou, e confirmou que a Justiça topou fazer um reajuste de US$ 7 mil para US$ 10 mil mensais – levando em conta que essa decisão não prejudica o valor acordado inicialmente.

“Valor este que é para o custeio próprio de Rose e da residência de Orlando onde mora com seus filhos. Sem prejuízo do Espólio continuar arcando com os demais encargos, como empregados, despesas com educação e lazer, além de saúde física, mental e dentária dos filhos”, confirmou a decisão judicial. O processo que reconhecerá a união estável de Rose com Gugu e, consequentemente, a incluirá na herança dos bens dele, ainda não foi julgado.