Sabia que os cachorros demonstram afeto por meio do olhar? Pesquisas explicam como!

Segundo estudos nos Estados Unidos, os cachorros são os únicos mamíferos que trocam olhares com os seres humanos

Resumo da Notícia

  • Pesquisa revela aquele olhar fofo de cachorro e diz que ele se comunica com as pessoas
  • Foi estudado o músculo facial do cão, do lobo e do ser humano para respostas concretas
  • O cachorro é o único mamífero, que até então é capaz de se comunicar

A expressão que o cachorro esboça diz muito sobre o que ele está sentindo. Segundo uma pesquisa publicada pela Universidade Pittsburgh, nos Estados Unidos, os cachorros se comunicam com os seres humanos através das expressões que têm, como ao ganhar um petisco.

-Publicidade-

Anne Burrows é professora do departamento de fisioterapia da instituição, além de autora sênior da pesquisa. Ela diz que os cachorros são capazes de demonstrar sentimentos com os humanos “Os cães são os únicos mamíferos que trocam olhares com os humanos, algo que não observamos em outros animais domesticados, como cavalos ou gatos. “Nossas descobertas preliminares fornecem uma compreensão mais profunda do papel que as expressões faciais desempenham nas interações e comunicação entre cães e humanos”.

Os cachorros se comunicam com os donos através da expressão
Os cachorros se comunicam com os donos através da expressão (Foto: Reprodução / YouTube / Koki)

A pesquisa relaciona as transformações das expressões dos cães ao longo da sua domesticação por anos. Há uma comparação entre lobos e cachorros. Os especialistas acreditam que aa duas espécies divergiam geneticamente há 33 mil anos, quando os humanos começaram a criar lobos de maneira seletiva.

As pesquisas para respostas

Os estudos focaram na anatomia dos músculos usados para formação de expressões faciais, conhecidos como miméticos. Em seres humanos, esses músculos são as fibras de miosina que tem fácil contração, por isso é possível criar várias expressões de maneira rápida. Os pesquisadores pegaram tanto amostras de músculo facial de lobos e cães, como as fibras de miosina, e os resultados mostraram que os animais tem fibras de contração rápidas também.

Pesquisas também revelam como o animal de estimação faz aquela "cara de cachorrinho"
Pesquisas também revelam como o animal de estimação faz aquela “cara de cachorrinho”(Foto: iStock)

“Essas diferenças sugerem que ter fibras musculares mais rápidas contribui para a capacidade do cão de se comunicar efetivamente com as pessoas”, falou Burrows. “Ao longo do processo de domesticação, os humanos podem ter criado cães seletivamente com base em expressões faciais semelhantes às suas, e com o tempo os músculos dos cães podem ter evoluído para se tornarem ‘mais rápidos’, beneficiando ainda mais a comunicação” explicou.

A equipe de pesquisadores também descobriu que os cães têm um músculo mimético adicional – que os lobos não tem – auxiliando os animais no famoso “olhar de cachorrinho”.