Sempre alerta! Menino ‘apaixonado por ciência’ ingere 54 ímãs por curiosidade e é hospitalizado

Ele queria descobrir o que aconteceria caso ingerisse os objetos e a resposta não foi das melhores

Resumo da Notícia

  • Menino ingere 54 ímãs por curiosidade
  • Ele é apaixonado pela ciência e queria saber o que aconteceria
  • Ele precisou ser hospitalizado
  • Veja o que aconteceu

Um menino inglês de 12 anos que sempre foi apaixonado pela ciência deixou a curiosidade ir longe demais e acabou engolindo 54 bolas magnéticas apenas para ver o que aconteceria. O garoto queria descobrir se, ao fazer isso, passaria a atrair metais para o estômago e entender como os ímãs ficariam depois que ele fosse ao banheiro.  Essa ideia acabou resultando em uma cirurgia de seis horas, que salvou a vida de Rhiley, após ele achar que o intestino iria “explodir”.

-Publicidade-
Ele precisou ser hospitalizado (Foto: Getty Images)

O experimento do garoto foi realizado aos poucos. No dia 1 de janeiro, ele engoliu alguns dos ímãs. Ao ver que nada havia acontecido, ele decidiu voltar a ingerir mais algumas bolas magnéticas no dia 4. Dessa vez, os efeitos no corpo vieram rapidamente.

Preocupado com as dores na barriga que estava sentindo, o garoto acordou a mãe, Paige Ward, às 2h da madrugada e disse a ela que havia engolido dois ímãs por acidente. A mulher rapidamente levou o garoto para um pronto-socorro, onde ele realizou um Raio-x. O exame revelou que o menino havia engolido muito mais objetos do que tinha falado.

-Publicidade-

Com medo do que os ímãs poderia fazer com o corpo do garoto e temendo, inclusive, que eles pudessem queimar os órgãos da criança e matá-la, os médicos levaram Rhiley às pressas para uma cirurgia. A intervenção durou 6 horas e os médicos conseguiram retirar as 54 bolas magnéticas que estavam na barriga do menino. Depois da operação, ele passou 10 dias sem conseguir se mexer e precisou ser alimentado por um tubo.

“Foi de partir o coração vê-lo passar por tudo isso, simplesmente horrível”, disse a Paige, que é mãe de outras três crianças. “Quando tentaram colocar o cateter, ele tinha alfinetes e agulhas em seu corpo e me disse: ‘Sinto que minhas entranhas vão explodir”, completou a mulher em entrevista para o jornal Metro.

Ele engoliu 54 ímãs (Foto: reprodução Metro)

Apesar de surpreendente, uma enfermeira contou à mãe que o caso do garoto não era raro no hospital. Segundo a equipe médica, o menino teve “muita sorte com 54 ímãs”, pois pacientes que ingeriram muito menos ímãs do que ele tiveram partes do intestino removidas, o que não foi o caso do menino.

Depois do ocorrido, Paige retirou todos os brinquedos de ímã que o garoto, fã de ciências, tinha em casa. Katrina Phillips, presidente-executiva de uma associação de prevenção de acidentes infantis, agradeceu a mãe pela ação e por tornar o caso público. “Muitos pais presumem que, se podem comprar algo, é porque isso deve ser seguro. Paige está prestando um grande serviço a outras famílias ao expor sobre esses perigos ocultos”, afirmou.

-Publicidade-