Shantal faz alerta após filho ter crise de laringite e não conseguir respirar

Mãe de Pippo, Shantal usou as redes sociais para alertar os pais sobre uma reação séria que o filho teve por causa de uma laringite. Ela sinalizou a importância de estar atento aos sinais, acionar o pediatra da família e correr para o hospital

Resumo da Notícia

  • Filippo, filho de Shantal e Mateus Verdelho, teve uma reação séria por causa de uma laringite
  • Shantal usou o caso do filho para alertar outros pais sobre os riscos
  • "Não deixe de ligar para o seu pediatra, independente da hora"

Nesta sexta-feira, 18 de junho, Shantal usou as redes sociais para levantar um alerta para os pais. De acordo com ela, Pippo, seu primeiro filho com o modelo Mateus Verdelho, teve uma reação séria após uma febre muito alta de madrugada.

-Publicidade-

“Já que o Pippo está bem, vou contar o que houve. Até como forma de alerta”, ela começou a falar, por meio dos stories do Instagram. “Na terça-feira, Pippo estava com o nariz escorrendo. Mas criança é assim: uma semana está bem, na outra está ‘catarrento’. Ele estava ativo, alegre e nós achamos que seria um resfriado”.

“Ele foi dormir às 19h, assim como faz todos os dias. Quando era 1h da manhã, eu ouvi um gemido e geralmente ele faz esse barulho quando está com febre. Aquelas coisas que só mãe sabe… pedi para o Mateus ir lá medir a temperatura e batata, quase 39º de febre. Até aí tudo bem, eu iria medicá-lo e pronto”, ela continuou.

(Foto: Reprodução / Instagram @shantal)

“Foi quando, do nada, ele começa a não conseguir respirar. Ele puxava o ar, fazia um barulho alto de motor e respirava com muita dificuldade. Ele começou a entrar em desespero (quem não entraria, né?) e começou a chorar, o que dificultou ainda mais a respiração. Pedi para o Mateus correr para o hospital. Ele saiu de pijama, correndo muito, ainda cortou o pé no caminho. Deve ter levado umas 20 multas, mas chegou muito rápido no hospital. Quando alguém está sem respirar, cada segundo conta”.

“Chegando no hospital, logo deram aquela injeção de adrenalina com corticoide. O médico disse que a glote estava fechando real e se não tivéssemos levado o Pippo para o hospital, algo muito pior poderia ter acontecido.  Na hora ele já começou a melhorar”, desabafou.

Shantal logo em seguida explicou o quadro do primogênito: “Ele está com laringite, que em crianças de até 5 anos pode dar essa reação de fechar a garganta. Isso acontece do nada, geralmente à noite quando a criança relaxa o corpo para dormir. Depois desse episódio, veio uma gripe muito forte. Foi a pior que o Pippo já teve”.

“Fica o alerta caso aconteça com o seu filho. Corra para o hospital. Claro que pode acontecer de forma mais branda, que não precise de hospital. Neste caso, não deixe de ligar para o seu pediatra, independente da hora”, finalizou.