Vacinação em idosos: veja o calendário de imunização em São Paulo e saiba como irá funcionar

Em coletiva de imprensa no início da tarde, o governo do estado de São Paulo deu mais informações sobre a segunda fase de vacinação, além de comunicar sobre a festa de Carnaval e a chegada de insumos para produção de novas vacinas

Nesta sexta-feira, 29 de janeiro, o governo do estado de São Paulo realizou uma coletiva de imprensa para falar sobre a situação da vacinação em São Paulo, o cancelamento do feriado de Carnaval em São Paulo, o calendário de vacinação para idosos e ainda a reclassificação do Plano São Paulo de retomada econômica durante a pandemia do novo coronavírus.

-Publicidade-
(Foto: Unsplash)

Vacinação

Até o momento, 1,8 milhão de doses da CoronaVac já foram oferecidas ao Ministério da Saúde para o Plano Nacional de Imunização. Na próxima semana, Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, disse que 5400 litros de insumos devem chegar ao aeroporto de viracopos. João Doria, governador do estado de São Paulo, disse que 80% das vacinas disponíveis no país são possíveis devidas ao Instituto. “Nossa meta é acelerar o programa de vacinação e incluir todos os grupos no calendário de vacinação em São Paulo”.

Regiane de Paula, informou que a partir da quantidade de vacinas recebidas, será possível fechar a primeira fase de vacinação de trabalhadores de saúde, indígenas e quilombolas, podendo dar início a segunda fase, a população idosa. Até o dia 8 de fevereiro, 1,6 milhão de pessoas do primeiro público-alvo devem ser vacinadas.

Veja o calendário:

90 anos ou mais mais: 8 de fevereiro –  serão vacinadas 206 mil pessoas

85 a 89 anos: 15 de fevereiro –  serão vacinadas 309 mil pessoas

“É uma prova de respeito às pessoas vulneráveis com essa faixa etária. Quero tranquilizar as demais pessoas com idade avançada. Gradualmente vacinaremos quem está entre 80 e 85 anos, 75 e 80 anos, 70 e 75 anos, assim como pessoas acima de 60 anos. Todos estão na escala de prioridade do Plano Estadual de Imunização de São Paulo”, disse João Doria.

Carnaval

Marco Vinholi, secretário de desenvolvimento regional, informou que o governo de São Paulo tomou a decisão de suspender o feriado de ponto facultativo como forma de prevenção ao avanço da pandemia. Desta maneira, o feriado está suspenso nas repartições nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro para não causar aglomerações e festas.

Reclassificação do Plano São Paulo

Em uma nova reclassificação, Patrícia Ellen, secretária de desenvolvimento, informou um decrescimento no número de casos e disse que as medidas de prevenção estão funcionando. Na próxima semana, haverá uma nova reclassificação. “Houve um movimento muito positivo nos números de casos, internações e óbitos”. Presidente Prudente e Sorocaba saem da fase vermelha e vão para a fase laranja, mas Ribeirão Preto sai da fase laranja e vai para a vermelha.