Bárbara Evans conta como fertilização in vitro tem afetado o psicológico: “Vou superar”

A influenciadora, que decidiu lançar no Instagram uma série sobre o assunto, apareceu emocionada ao falar sobre como o processo tem mexido com a sua saúde mental

Resumo da Notícia

  • Bárbara Evans está fazendo tratamento de fertilização in vitro para engravidar
  • Ela não esconde que o processo está mexendo com os sentimentos e o corpo
  • A influenciadora até decidiu lançar no Instagram uma série sobre o assunto

Bárbara Evans está fazendo tratamento de fertilização in vitro para engravidar e ela não esconde que o processo está mexendo com os sentimentos e com o corpo. A influenciadora, que decidiu lançar no Instagram uma série sobre o assunto, apareceu emocionada ao falar sobre como o processo tem mexido com a sua saúde mental.

-Publicidade-

“Quero contar o que eu e o Gustavo estamos passando. Semana passada eu comecei o tratamento de inseminação, FIV, por vários problemas que nós temos, tanto eu como o Gustavo, então é necessário esse tratamento. Decidimos que vamos coletar o máximo de embriões bons pra poder congelar e depois fazer o processo da inseminação“, começou.

“Esse final de semana foi muito difícil, porque o tratamento mexe muito com a gente, com a nossa cabeça, nosso corpo, por conta dos hormônios, mas tudo bem, vou superar. É porque é a primeira semana e não sei muito bem como funciona”, desabafou a ex-Fazenda.

Bárbara Evans começa processo de fertilização in vitro: “Gratos por essa oportunidade” (Foto: reprodução / Instagram @barbaraevans22)

“Estou tentando me adaptar, preciso me aceitar e ficar feliz porque essa é a realização do nosso maior sonho, que é sermos pais. É um processo delicado, que nem sempre dá certo, mas se Deus quiser vai dar, e em breve vamos trazer essa boa notícia pra vocês. Farei de tudo para isso acontecer“, completou.

Sobre o ganho de peso pelos hormônios ela disse: “Sempre fui muito magrinha, e esse tratamento incha bastante e eu, provavelmente, vou fazer de quatro a cinco meses de tratamento até a gente colher os embriões saudáveis, a gente quer congelar uns três, quatro”.