Gravidez

Olha essa história: mãe sem trompa engravida aos 41 anos

Anthony nasceu realmente de um milagre, não é mesmo?

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

A mãe Daisi Colpani, de 42 anos, tem uma história emocionante! Ela já tinha sua filha Gabriela, hoje com 12 anos, quando engravidou em 2010, e seu bebê se desenvolveu na sua trompa direita. Assim, ela descobriu o que era uma gravidez ectópica. Em 2011, engravidou novamente e o problema se repetiu, agora, na trompa esquerda. Por conta disso, Daisi retirou as duas trompas, e seu sonho de ter um segundo filho, morreu.

A dor de perder dois bebês era imensa, mas ela e seu marido, Marcelo, seguiram com suas vidas. Até que em 2017, seis anos depois das perdas, eles tiveram o maior susto –no melhor dos sentidos- da vida deles! Depois de fazer uma cirurgia de retirada de hérnia, Daisi começou a se sentir enjoos, vômitos e dor de estômago.

Ainda que estivesse com a menstruação atrasada há oito dias, nem passou pela sua cabeça que poderia estar grávida, e já pensou que os sintomas eram pós-cirúrgicos. Mesmo achando impossível, Daisi resolveu comprar o teste na farmácia e… POSITIVO! E o melhor: o bebê estava no útero.

Como isso foi possível? Os médicos disseram que foi um milagre. A trompa esquerda, que tinha sido retirada, ramificou e, por isso, a gravidez foi possível.

Aos 41 anos, Daisi deu a luz a Anthony, que nasceu com síndrome de Down. “Dedico a minha vida a ele, e tenho certeza de que ele veio para me ensinar e mudar muitas coisas na minha vida. Ele me traz muita paz”, conta a mãe para o Uol.

Bem-vindo, Anthony!!

Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Leia também:

Papo reto! Mãe escreve mensagem para outra mãe após zombar do seu filho

Criança herda inteligência da mãe, diz estudo