Família

Especialista indica se agressor de cachorro no supermercado Carrefour será preso ou não

Entenda o caso

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

 

O cão foi envenenado e agredido pelo segurança (Foto: Reprodução/ Facebook)

O cão foi envenenado e agredido pelo segurança (Foto: Reprodução/ Facebook)

Na última quarta-feira (28), um segurança do supermercado Carrefour teria espancado e assassinado um cachorro na unidade de Osasco da rede, em São Paulo. A denúncia foi feita nas redes sociais e mostra imagens do animal ferido com marcas de sangue no chão da loja.

Nas fotos divulgadas, é possível ver que o cachorro estava sangrando muito e só recebeu atendimento quando o Centro de Zoonoses chegou ao local. Nesta terça-feira (4), a ativista Luisa Mell exibiu em suas redes sociais vídeos com o momento da agressão e todo o caminho que o cachorro percorreu ao procurar por ajuda. Segundo Rafael Leal, da ONG Cão Leal, o cão também teria sido envenenado pelo mesmo segurança. “Ele deu chumbinho no meio de mortadela, e agrediu o cachorro”, explicou ao G1.

Em nota, o Carrefour afirmou que o animal circulava pela unidade há alguns dias e que o Centro de Zoonoses foi acionado diversas vezes para que o cachorro fosse retirado do local, mas o chamado só foi atendido na última sexta (30). “Um funcionário de empresa terceirizada tentou afastá-lo da entrada da loja e imagens mostram que esta abordagem pode ter ocasionado um ferimento na pata do animal.”