Criança

Família faz relato de agressão a criança em escola; polícia investiga a denúncia

"Zelar pela integridade física de seus alunos é responsabilidade da escola", disse irmã da criança de 7 anos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Irmã da vítima fez relato no Facebook (Foto: Reprodução/ Facebook)

Irmã da vítima fez relato no Facebook (Foto: Reprodução/ Facebook)

A Polícia Civil começou a investigar nessa terça-feira (25) uma denúncia de agressão feita pela família de um menino de 7 anos que estuda na Escola Municipal Santa Isabel, em São José do Vale do Rio Preto. O caso também foi encaminhado pelo Ministério Público e para o Conselho Tutelar.

Natali Astine, a irmã do menino, relatou em sua rede social que ele teria sido agredido pelos colegas da escola, além de ter levado “socos na parte íntima”. Ela postou imagens dos hematomas e arranhões pelo corpo dele e culpou a escola por negligência. Segundo a irmã, as agressões são cometidas por colegas da escola. “Eu e minha mãe fomos pegar meu irmão na escola, chegamos lá tinham dois garotos maiores que ele, tanto na idade quanto no tamanho, batendo nele no portão da escola, e três responsáveis pelos alunos ali do pátio estava de papinho bem lá na frente na hora do trabalho. Nem ligaram para o acontecido”. Segundo a postagem, as agressões já estavam acontecendo há algum tempo.

De acordo com reportagem do G1, o Conselho Tutelar tomou medidas protetivas com relação ao menino, solicitando à escola que encaminhe o aluno a um psicólogo e que redobre a atenção com relação a ele.

Nesta quarta-feira (26), os responsáveis pelo aluno conversaram com o diretor da escola e as funcionárias mencionadas na publicação da rede social já foram ouvidas. A Prefeitura declarou ainda que os pais dos alunos apontados como agressores serão chamados para prestar esclarecimentos e que providências serão tomadas.

Leia também:

Aprenda a fazer bolinho de espinafre

Gênero, modelo e pepino

Filho de Gusttavo Lima tem brinquedo de 7 mil reais; descubra qual