Como limpar o nariz do bebê: formas de desentupir, quando fazer a higiene nasal e passo a passo

Durante o inverno, é bastante comum que o nariz fique mais seco e possa causar incômodos. Por isso, a higiene nasal deve virar hábito na rotina de cuidados com o bebê

Resumo da Notícia

  • Limpar o nariz do bebê evita o contato direto com alérgenos
  • Além disso, a técnica traz um maior bem-estar e ajuda a desentupir o nariz
  • Para fazer a higiene correta, a família deve usar apenas soro fisiológico

O inverno está aí, deixando os dias um pouquinho mais frios. Mas, com o tempo fresco e seco, as doenças respiratórias e as alergias podem dar as caras com mais frequência. Por isso, que lavar o nariz dos bebês é tão importante.

-Publicidade-

De acordo com a otorrinolaringologista Dra. Jeanne Oiticica, mãe de Pedro e Rodrigo e médica assistente concursada do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, o hábito de limpar o nariz do bebê precisa virar rotina. “Ajuda a evitar o acúmulo de impurezas e secreções que possam contribuir para gripes, resfriados, rinites, e ou a proliferação de agentes infecciosos”, explica a médica.

Um dos problemas respiratórios mais comuns que podem ser evitados pela lavagem nasal é a rinite. A condição é bastante comum no dia a dia e acontece por causa de uma inflamação nas mucosas nasais. Então, se as crises de espirro aparecerem, a dica é sempre optar pela limpeza com soro fisiológico. Se um alérgeno estiver no nariz, esse hábito evita a inflamação repetidamente, mas vale lembrar que é muito importante que a família consulte um médico especialista.

A lavagem nasal do bebê pode ser feita com soro fisiológico (Foto: Freepik)

Apesar do problema ser comum, vale lembrar que o bebê não nasce com rinite! O que acontece é que pode existir um fator genético para o problema e quando a criança entra em contato com alérgenos, a reação alérgica é induzida. Além disso, a condição pode ser desencadeada por mudanças de temperatura, contatos com ácaro, poeira, entre outros. Veja mais sobre rinite alérgica em crianças.

Como limpar o nariz do bebê

Essa higienização é simples e pode ser feita todos os dias, desde o primeiro dia de vida do bebê. “Isso costuma ser feito até no pós-parto imediato e durante o tempo de internação na maternidade”, reforça a Dra. Jeanne Oiticica. Veja abaixo o passo a passo para a higienização correta:

  • Pegue uma seringa de 10 ml, aspire e encha a seringa com soro fisiológico 0,9%.
  • Aplique todo o conteúdo da seringa em um jato forte e contínuo em uma das narinas.
  • A secreção coletada no nariz sairá, imediatamente, pela narina contralateral.
  • Repita o procedimento quantas vezes forem necessárias até que a secreção saia clara. Faça o mesmo do outro lado.

Por que é importante limpar o nariz do bebê?

De acordo com o otorrinopediatra Dr. Ricardo Neves Godinho, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais e coordenador da subespecialidade de otorrinopediatria do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, esse hábito é importante para evitar gatilhos para as doenças respiratórias.

“A ação também é preventiva, pois retira de dentro do nariz da criança vírus e bactérias que podem ser transmitidas para outras pessoas e provocar problemas. Isso inclui ainda o coronavírus“, comenta o especialista. Além disso, outro ponto importante de realizar a lavagem nasal é quando se tem o nariz naturalmente mais seco. Por causa disso, há um risco maior do desenvolvimento de doenças respiratórias. “Nesses casos a lavagem é usada para manter a mucosa mais úmida”, explica Ricardo. Saiba como diferenciar covid-19 de outras doenças respiratórias.

Quando limpar o nariz do bebê ou da criança

O processo pode ser feito diariamente, mas caso seu filho volte da escola ou vá para locais em que tenha contato com outras crianças, a lavagem nasal deve ser feita especialmente quando chegar em casa. De acordo com o otorrinopediatra, a técnica consegue limpar por completo a adenoide.

A lavagem nasal deve virar hábito na rotina da família, prevenindo que os alérgenos fiquem acumulados causando alergias (Foto: Shutterstock)

Caso seu filho tenha alguma doença respiratória ou esteja tendo uma crise de rinite ou resfriado, por exemplo, o Dr. Rodrigo recomenda repetir a lavagem nasal mais vezes ao dia, de duas a três vezes. Isso ajuda a aliviar os sintomas e também diminuir a necessidade de remédios.

Como desentupir o nariz do bebê

Para desentupir o nariz do bebê, a família pode optar por um aspirador nasal, também chamada de seringa de bulbo. Ela pode ser encontrada facilmente na farmácia e é parecida com uma bombinha de ar. Para usar, aperte o corpo do acessório antes de colocá-lo no nariz do seu filho. Em seguida, encaixe delicadamente e solte a área pressionada. Dessa maneira, as secreções são aspiradas suavemente.

Assim como a técnica da bombinha, a lavagem nasal com soro fisiológico também ajuda a desentupir o nariz do bebê, principalmente quando vira hábito! Por isso, utilize sempre uma seringa sem agulha para eliminar o máximo possível das secreções que causam desconforto.

Como não machucar o nariz durante a lavagem nasal

Para evitar o desconforto e também que o nariz possa ficar machucado, é importante não exagerar na pressão do soro fisiológico no nariz. Para saber se está fazendo o procedimento de forma correta, o líquido deve entrar por um lado e sair pelo outro. O ideal é utilizar produtos vendidos especificamente para esse fim, em vez de optar por água ou soluções caseiras.

Além disso, durante a lavagem nasal é recomendado que o rosto fique inclinado levemente para o lado e também que a boca permaneça aberta. Vale lembrar ainda que a seringa não deve ser mirada para o septo nasal, pois pode provocar dor e até mesmo sangramento.