Bebês

Mãe faz alerta após filha de 8 meses ter grave reação alérgica ao brincar com mariposa

"Eu não tinha ideia que eram tão perigosas. A alergia só piorava, aumentava e se espalhava cada vez mais", relata Marlin Taise Hackbarth

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Reprodução/Facebook)

Um mãe fez um alerta depois que sua filha teve uma grave reação alérgica. Marlin Taise Hackbarth é mãe de Heloá e Davi e escreveu um relato no Facebook, que já tem mais de 60 mil compartilhamentos, para prevenir que o mesmo aconteça com outras crianças.

Ela conta que no último sábado (23), sua filha de 8 meses começou a engatinhar e estava no chão, como de costume. “O chão estava limpo, como sempre deixo, até porque sei que esses nanicos testam tudo! Meu marido estava brincando com o Davi e ela sorrindo e fazendo bagunça junto, e eu sempre de olho nela! Num minuto de descuido, que eu virei as costas e voltei a olhar pra ela, vejo ela com as mãos, boca e perninhas todas pretas, parecia cinza, mas não tinha nada no chão”.

Imediatamente, Marlin levou a filha para o chuveiro e limpou as manchas pretas. “Ficou uma manchinha preta na boquinha dela que não saia de jeito nenhum! Voltei e olhei onde ela estava sentada e não sei como tinha uma mariposa, mais conhecida por mim como bruxa, aquelas borboletas pretas que eu não tinha ideia que eram tão perigosas”, explica a mãe.

Segundo o relato, Heloá não reclamou e nem chorou depois do banho, mas de noite teve uma reação alérgica muito forte. “Fomos para cama era aproximadamente 22h. Heloá mamou e dormiu. Quando era 00h30, ela acordou, dei mamar novamente mas ela não pegava no sono, ela acabou acordando o irmão e quando o meu marido levantou e acendeu a luz nos deparamos com ela toda cheia de manchas vermelhas, com a boca toda enorme e inchada, com um grosseirão terrível na pele”.

A família levou a bebê ao hospital e descobriu que Heloá tinha engolido o pó da mariposa. “Aplicaram o remédio intra-muscular e outro direto na veia. Aquilo só piorava, aumentava e se espalhava cada vez mais, mas graças a Deus, não apresentou febre e nem vômito! Ela teve que ficar em observação pelo menos 1 hora para ver se melhorava. O perigo maior não era a alergia em si, mas como ela engoliu aquele pó, o grosseirão era maior no pescoço e na boca”.

A reação alérgica de Heloá foi tão grave que poderia ter trancado suas vias áreas. Ela ficou em observação no hospital até se estabilizar e a família retornou para casa no domingo. “Para ajudar na coceira compramos uma pomada e demos vários banhos durante o dia, por que o calor também acabava deixando ela muito irritada! Em momentos me culpei, não conseguia entender da onde veio e como não vi aquele bicho perto dela. Mas quem tem filho sabe que qualquer minuto de descuido algo pode acontecer”, conta.

Marlin relatou que não imaginava que as mariposas fossem tão perigosas. “Fui pesquisar e a fêmea adulta da mariposa do gênero Hylesia, de hábitos noturnos, muito frequente neste período de temperaturas mais elevadas, possui escamas abdominais modificadas em cerdas, utilizadas para proteger seus ovos da ação de predadores, que, em contato com a pele humana, desencadeia reações alérgicas”, explica.

“No deixem seus filhos chegarem perto desses animais, elas são guiadas pela luz ,então podem entrar nas suas casas sem você ver. Não deixem que ensinem seus filhos brincarem com insetos, eles não sabem diferenciar os inofensivos dos que podem os machucar”, alertou.

“Sei que terá pessoas que irão julgar ou por a culpa em nós, por um lado pode sim ter sido nossa culpa, mas aqui nunca tinha entrado um bicho desses, e infelizmente na primeira vez algo assim aconteceu”, finalizou Marlin.

Confira a publicação completa:


Leia também:

Mãe faz alerta após perceber objeto inusitado no nariz da filha de 1 ano

Mãe faz alerta após filho cortar pescoço em persiana: “Você não está seguro em sua própria casa”

Mãe faz alerta após filha se machucar gravemente em pula-pula