Bebês

Não precisa ter aflição! Veja 6 respostas sobre cuidados com o umbigo do recém-nascido

Existem vários mitos sobre essa parte do corpo da criança

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Essa parte do corpo do recém-nascido traz muita aflição. Formado por resquícios do cordão umbilical, o umbigo lembra uma gelatina que vai ficando mais seca e escura a cada dia, até a hora de cair. Pode sangrar, mesmo estando tudo bem. Para a alegria de todos, a natureza funciona muito bem e as complicações clínicas relacionadas ao umbigo são raras. Por outro lado, os mitos e lendas são frequentes, deixando pais de primeira viagem preocupados sem necessidade. Para acabar com as dúvidas, conversamos com o Dr. Claudio, pediatra e pai de Fernando, Beatriz e Silvia.

Já ouvi dizer que meu umbigo é bonito porque minha avó cuidou bem dele. Mas conheço crianças que tiveram o mesmo cuidado e o umbigo ficou estufadinho. Quais cuidados devem ser tomados para isso não acontecer? – Vanessa Medeiros, mãe da Manu

Aparência estética final do umbigo não depende dos cuidados no período pós-parto. No caso da sua avó, foi sorte. Certamente, a higiene e a limpeza locais são importantes para que os tecidos não infectem. Mas os fatores próprios do bebê são os verdadeiros responsáveis por uma aparência final mais “bonita” ou “feia”. O excesso de pele e o aparecimento de hérnias umbilicais independem de algum cuidado específico.

O umbigo do meu filho demorou mais de 40 dias para cair e tivemos que usar medicamento. Até quanto tempo é considerado normal o umbigo cair e qual o momento de procurar por ajuda? – Kamila Castro, mãe de Benício e Joaquim.

Na maioria dos casos o umbigo “cai” entre uma e três semanas de vida. Mas não é incomum que caia por volta de um mês de idade. Já tive pacientes com queda por volta dos dois meses. Os pais devem ficar tranquilos e seguir a orientação do pediatra. Os medicamentos são desnecessários, geralmente não ajudam, e podem até causar danos.

Vejo muitas mães falando para colocar uma moeda no umbigo para ficar bonito. Isso é verdade? – Clarice Tenenbaummãe de Lucas, Marina e Alice.

Colocar uma moeda no umbigo para que fique bonito é uma das maiores lendas pediátricas. Brinco com os pais para que peçam moedas de ouro para os avós que deram esta ideia… E o mesmo vale para faixas e curativos, que não são utilizados há muitos anos.

Qual a diferença entre quem tem o umbigo para dentro e para fora? – Annie Baracat, mãe de Lilo. 

A diferença entre que tem o umbigo para dentro ou para fora é determinada pelas características da pele e da musculatura do seu filho. Não depende de algum erro ou acerto dos pais, ou do choro do bebê.