É aquele ditado: mãe feliz, filhos felizes

Eu decidi que os traria ao encontro dos meus prazeres. Que poderíamos ser felizes no meio do caminho e, quem sabe, descobriríamos novos momentos gostosos em família

Descubra novos momentos gostosos em família (Foto: iStock)

Um dos fenômenos curiosos e angustiantes da quarentena foram as prateleiras vazias de papel higiênico, que depois chegou ao setor de massas e molhos e acabou no corredor colorido de festas com o desaparecimento da farinha de trigo, fermento e ovos. Chegou uma hora em que minhas amigas aqui estavam compartilhando restinhos de farinha para terem momentos de lazer e sanidade em casa com os filhos, enquanto brincavam de fabricar os intermináveis “lanchinhos” em forma de bolo, pão e amor, mesmo que o resultado não fosse exatamente o desejado – o do bolo e do pão. O importante desse momento chef era ter uma atividade agradável para fazer com a criançada que os entretece por mais de cinco minutos, deixasse um sorriso no rosto, servisse de lanche e ainda sobrasse um pouco para adoçar o cafezinho ou no caso daqui, o chá inglês da tarde.

Sempre achei que quando eu tivesse a minha menina eu sentaria e brincaria horas de boneca. Fantasiava que teríamos momentos lindos juntas, trocaríamos as roupinhas incontáveis vezes e faríamos comidinha de madeira, suco de vento e iríamos passear em volta da sala para fazer a minha neta de plástico dormir. Se tem uma coisa que me decepcionou em mim mesma foi a falta de vontade e de “saco”, mesmo, para sentar e brincar com os objetos do mundo imaginário dos meus filhos.

Agora na quarentena, ou lockdown no caso aqui da Inglaterra, eu sei que os meus filhos precisam de mim e botei na cabeça, e no planejamento da semana, que eles precisam ter momentos de lazer e brincadeira comigo e com o pai. Momentos reais, mesmo que eles não durem muito. Mas uma decisão fundamental para que eu não enlouquecesse de vez foi que eu não iria me forçar a fazer (muitas) coisas que não curto. Se fluir, ótimo, mas não quero me forçar e eles perceberem a minha falta de ânimo na brincadeira com eles. Ao invés disso eu decidi que os traria ao encontro dos meus prazeres. Que poderíamos ser felizes no meio do caminho e, quem sabe, descobriríamos novos momentos gostosos em família.

Às vezes inverter a lógica é o que vai fazer nossos dias mais felizes (Foto: iStock)

A busca pelos meus prazeres foi uma viagem deliciosa e importantíssima ao passado. Fui ao resgate do que me faz feliz além do que é óbvio para mim, como estar junto da família, conhecer cantinhos novos de Londres (eu realmente amo essa cidade), ver todo mundo com saúde, conversar com minha mãe tomando café na xícara amarela e azul da casa dela ou ler um bom livro que me faça conseguir focar e não dormir. Estou sempre tão exausta que tem sido preciso um livro muito bom para conseguir essa façanha atualmente.

Tirando a escrita e a fotografia, as atividades prazerosas que só pertenciam a mim e não ao casal estavam guardadas. Uma estava na caixa do saxofone que fica encostado atrás do sofá, no microfone que comprei de Natal disfarçado de presente para as crianças ou no livro de receitas da Dona Benta que deixei no Brasil. Com o tempo ou a falta de tempo, a gente sem querer se despede ou finge que esquece de pedacinhos importantes de nós.

Resolvi libertar e apresentar algumas dessas minhas facetas para os meus filhos. Passamos a tocar e cantar juntos, fizemos o bolo de três ovos da minha infância e mostrei que precisamos, sim, escolher caminhos pela vida, mas que podemos ser multi.  Bem libriana, eu.

As nossas aventuras em família têm sido muito positivas, mesmo que não tão frequentes como eu planejei e gostaria. Então não se sinta sozinha quando perceber que está apenas cumprindo as obrigações.

O fundamental agora é manter a mente sã e todos vivos e seguros. Mas quando sentir que está num dia bom, com energia, pense no que poderia fazer com os seus filhos e que traga prazer para VOCÊ. Às vezes inverter a lógica é o que mais vai dar sentido ao nosso novo caminho e fazer nossos dias mais felizes. O nosso e o dos nossos pequenos.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!