Criança

Cidade nos EUA toca ‘Baby Shark’ para afastar moradores de rua: “É uma música muito chata”

A ideia do prefeito é incentivar as pessoas em situação precária a procurarem abrigo

Juliane Carvalho

Juliane Carvalho ,filha de Ana Paula e Alexandre

Baby Shark e Família Shark (Foto: Reprodução/Youtube)

Uma estratégia utilizada há quase um mês nos Estados Unidos pela prefeitura de West Palm Beach, na Flórida, foi divulgada pelo jornal online Folha de São Paulo. Para afastar pessoas desabrigadas de lugares milionários como o Pavilhão do Lago à Beira-Mar e o Grande Gramado e encorajá-las a buscar abrigo adequado, as autoridades prepararam uma playlist de músicas infantis que são febre no mundo todo.

Número um na lista Baby Shark e a interminável sequência de do-do-do-do para cada membro da família Shark garantiu o sumiço dos moradores de rua em apenas 2 minutos, na sequência os que ainda resistem ouvem “Raining Tacos” e a playlist não pára até que a área do salão de banquetes esteja totalmente desocupada e possa ser limpa.

Em entrevista à Fox News, o prefeito da cidade, Keith James, disse que de manhã os trabalhadores encontravam coisas nojentas, incluindo fezes humanas, ao redor do Lake Pavilion e disse ainda que a estratégia não pretende ser uma solução permanente para lidar com o fluxo de moradores de rua na cidade, pois não estão fechando os olhos para a condição deles e sim, tentando incentivar a busca por um local adequado para passar a noite.

O The Palm Beach Post também se pronunciou sobre o assunto e disse que no período de um ano as instalações hospedaram aproximadamente 164 eventos, sendo quase metade deles casamentos, e comenta que o salão traz à cidade cerca de US $ 240.000 em receita anual.

Raining Tacos Foto: (reprodução/Youtube)

Leia também:

Menina com problema na coluna vertebral dá primeiros passos ao ouvir Baby Shark e vídeo emociona

15 bolos de aniversário inspirados na música “Baby Shark” que ultrapassam os limites da criatividade

5 estágios da mãe que está cansada da música do “Baby Shark”