Entenda a importância do uso da cadeirinha para transportar seu filho no carro

Acidentes de trânsito são as principais causas de morte acidental de crianças e adolescentes de 5 a 14 anos

(Foto: Shutterstock)

De cara, vamos te dar uma notícia forte: os acidentes de trânsito são as principais causas de morte acidental de crianças e adolescentes de 5 a 14 anos – e 90% deles poderiam ser evitados com medidas simples, como o uso correto da cadeirinha. Por isso, ela é item obrigatório quando o assunto é andar de carro com crianças.

-Publicidade-

E fique ligado: cada fase do bebê pede um modelo e tamanho diferente. Recém-nascidos e crianças de até 13 quilos devem usar o chamado bebê-conforto, virado para o vidro traseiro, de costas para o banco do passageiro.

A partir dos 14 kg (entre 1 e 4 anos) a cadeira precisa de mais segurança e é posicionada virada para a frente do veículo. Quando seu filho chegar aos 15 kg e até ter 36 kg, você precisará instalar um assento de elevação no seu carro.

-Publicidade-

“Além disso, o cinto de todas as cadeiras deve ter um dedo de folga. Dessa maneira, ele não aperta demais e garante a segurança da criança”, explica Gabriela Freitas, gerente-executiva da ONG Criança Segura. 

Leia também:

Médicos lançam cartilha para ajudar os pais a transportar as crianças na cadeirinha da forma correta

Sociedade Brasileira de Pediatria desaprova fim da multa para pais que não usarem cadeirinha no carro

Sempre alerta: estudo confirma que você não deve deixar seu filho dormir na cadeirinha do carro

-Publicidade-