Criança

Fundação Banco do Brasil valoriza nove iniciativas brasileiras de estímulo à primeira infância

A premiação identifica iniciativas que promovam ações de desenvolvimento infantil, estimulem o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Clarice Castro/Ministério da Cidadania/Divulgação)

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social certificou 118 iniciativas brasileiras e cinco da América Latina e do Caribe, na décima edição do concurso, em julho deste ano. A boa notícia é que nove iniciativas brasileiras foram certificadas na categoria Primeira Infância por causarem impacto positivo e efetivo na vida das pessoas.

“Os programas de primeira infância, como o Criança Feliz, se baseiam na experiência humana e na ciência, na organização das competências cerebrais. É um assunto fantástico, que quanto mais a gente conhece, mais reconhece a importância de um prêmio como esse”, destacou o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Como a ciência comprova, as crianças que recebem apoio para se desenvolver corretamente nos primeiros anos de vida tendem a ter um melhor desempenho escolar e menos chances de envolvimento com drogas e criminalidade no futuro. “Se a criança sofrer algum abuso entre o oitavo e décimo oitavo mês de vida, terá consequências negativas pelo resto da vida. O que torna a pessoa menos agressiva é justamente os cuidados e os limites dados pela família. São os filhos criados por nós que irão mudar o mundo lá na frente. E o que muda o mundo é o desenvolvimento humano, a ciência e a educação”, disse o ministro, durante palestra no 7° Seminário Internacional Pais&Filhos, realizado em maio de 2019.

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social

Com o objetivo de identificar, certificar e multiplicar tecnologias sociais implementadas em esfera local, regional ou nacional,para contribuir na solução de problemas sociais, a premiação é realizada a cada dois anos, desde 2001. Pela primeira vez, por meio de parceria com o Ministério da Cidadania, a Fundação reconheceu tecnologias sociais dedicadas à primeira infância.

Desta vez, a premiação busca identificar iniciativas que promovam ações de desenvolvimento infantil (linguagem, cognição, motricidade e socioafetividade), estimulem o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade.

Conheça as iniciativas selecionadas pela FBB:

  • Tecnologia Social: Apoio e Estimulação ao Bebê de Risco
    Associação de Reabilitação Infantil Limeirense – Limeira/SP
  • Tecnologia Social: Berço Coletivo
    Casa Lar Luz do Caminho – Florianópolis/SC
  • Tecnologia Social: Grupos de Encontros Família que Acolhe
    Prefeitura Municipal de Boa Vista – Boa Vista/RR
  • Tecnologia Social: Primeira Infância Um olhar afetivo e educativo
    Instituto André Franco Vive – São Paulo/SP
  • Tecnologia Social: Programa Municipal de Aleitamento Materno Pró-Mamá
    Prefeitura Municipal de Osório – Osório/RS
  • Tecnologia Social: Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR)
    Fundação Amazonas Sustentável – Manaus/AM
  • Tecnologia Social: Tecnologia Assistiva e Estimulação Sensorial de Baixo
    Custo para PCD -Associação Cultural Educacional Social e Assistencial
    Capuava – Valinhos/SP
  • Tecnologia Social: Universidade da Criança
    Prefeitura de Chopinzinho – Chopinzinho/PR
  • Tecnologia Social: Visitação domiciliar na primeira infância
    Secretaria de Saúde de Porto Alegre – Porto Alegre/RS

As propostas finalistas vão concorrer a R$ 700 mil em prêmios divididos entre as categorias nacionais. A premiação será de R$ 50 mil para o primeiro colocado, R$ 30 mil para o segundo e R$ 20 mil para o terceiro de cada uma das categorias. O evento no dia 23 de outubro deste ano, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília.

Fonte: Ministério da Cidadania

Leia também:

“A criança cuidada com amor passa a explorar o mundo de forma mais rápida”, afirma o Ministro Osmar Terra

Osmar Terra afirma que investir na primeira infância é pensar no futuro

Programa nacional Criança Feliz vence um dos maiores prêmios do mundo na área de educação