Mãe de menina abraçada por pastor desabafa sobre o caso: “André é nosso irmão”

André Vitor apareceu em gravação no Instagram do cantor Wesley Safadão, abraçando uma criança de forma que muitos consideraram indevida e logo começou a receber acusações

Resumo da Notícia

  • André se irritou com as acusações de pedofilia
  • A mãe e o pai da garota se pronunciaram sobre o caso
  • Wesley Safadão e outros famosos também saíram em defesa do pastor

Nesta última segunda-feira, 26 de julho, a internet parou depois de um vídeo publicado no Instagram do cantor Wesley Safadão, em que o pastor André Vitor aparece abraçando uma criança por trás e sendo reprendido por ela logo após o momento do toque. Depois de analisar as imagens, o público começou a acusar o pastor por assédio infantil, por ter supostamente tocado de forma inapropriada no corpo da garota menor de idade. Depois da grande repercussão na internet, muitos saíram em defesa de André, inclusive a própria mãe da criança.

-Publicidade-
André Vitor se irritou com as acusações de pedofilia (Foto: Reprodução / Instagram)

No vídeo é possível ver que logo após ser empurrado pela menina, André Vitor puxa a camiseta para baixo. Muitos internautas interpretaram isso como uma forma de “disfarçar algo” e o acusaram de pedofilia. André então concedeu entrevista à colunista Fábia Oliveira, explicando que o ato de baixar a blusa é uma mania dele, que faz para esconder o corpo e a justificativa foi replicada por amigos como Wesley Safadão e Thyane Dantas, que gravaram vídeos em defesa do pastor.

A mulher usou o perfil do Instagram e publicou outro registro do momento, em que ela também está presente. Nas imagens é possível ver a garota indo espontaneamente para os braços de André. “Para quem não sabe essa sou eu, a mãe, presente o tempo todo. E para quem disse que minha filha repulsa o André, esse vídeo mostra bem o amor dela por ele. Te amamos”, escreveu na imagem, marcando o pastor.

E essa não foi a única vez que ela falou sobre o caso, em um outro vídeo, dessa vez gravado pelo próprio André, ela mostrou revolta com a situação. “Eu acho isso inaceitável. O André é de dentro da nossa casa. O André é nosso irmão. Toda essa situação que ocorreu nós estávamos lá, nós estávamos perto, nós todos estávamos brincando e pessoas maldosas tiraram coisas de onde não existem”, disse.

O pai da garota, que também estava presente na gravação, se pronunciou em defesa do pastor. “A gente estranha porque é uma coisa cotidiana nossa, é uma coisa que tá no nosso dia a dia. É um grande amigo, a gente confia nele, a gente acredita nele, a gente tá sempre junto”, destacou.