Criança

Mãe quer mudar o gênero do filho contra vontade do pai e governo analisa o caso

A família é do Texas

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

 

(Foto: reprodução / Getty Images)

Greg Abbot, governador do Texas, anunciou uma investigação sobre o caso do menino de sete anos que a mãe pretende mudar o gênero da criança contra a vontade do pai.

Abbott tuitou dizendo que a Procuradoria Geral do Texas e o Departamento de Família e Serviços de Proteção querem mais detalhes sobre o caso de James.

“O problema do menino James Younger, de sete anos, está sendo analisado pela Procuradoria Geral do Texas e pelo Departamento de Família e Serviços de Proteção”, tuitou Abbott.

Jeff, pai de James, afirmou que a criança gosta de ser menino e não pretende virar menina, segundo o jornal The Texan. A mãe dele, Anne Georgulas e os advogados e terapeutas testemunharam e disseram que o menino é transgênero.

No dia 21 de outubro, um júri do Texas decidiu que Jeff não pode impedir que o filha faça a transição social para o sexo feminino. A mãe contou que a identidade deve ser afirmada pelo uso de roupas femininas, por pronomes de tratamento feminino e a mudança para o nome “Luna”, segundo o Texan.

O júri decidiu que Anne deverá ficar com a guarda exclusiva de James e o irmão gêmeo, Jude Younger.

Leia também:

Criança se torna transgênero aos 3 anos de idade e mãe comenta: “Começou a perguntar quando seria uma menina

Criança transgênero de 8 anos conquista nome social no RG em Pindamonhangaba

Pai transgênero desabafa após cartório negar registro do filho