Menino autista agredido por Cristiano Ronaldo recusa pedido de desculpas do jogador

O Jake Harding, jovem autista de 14 anos, recusou o pedido de desculpas do craque português, o Cristiano Ronaldo. O jogador deu um tapa no celular do meninos, após a partida entre Manchester United e Everton

Resumo da Notícia

  • Após o jogo entre Manchester United e Everton, um torcedor do Cristiano Ronaldo foi o encontro do craque para falar com o atleta. No entanto, o jogador de um tapa na mão do adolescente
  • O Jake Harding recusou o pedido de desculpa de Cristiano Ronaldo
  • O jogador português convidou o garoto para conhecer o Old Trafford, estádio dos Red Devils

O Jake Harding, menino autista de 14 anos de idade, foi agredido no último sábado, 9 de abril – pelo jogador de futebol Cristiano Ronaldo, após a partida entre Manchester United e Everton. O jovem não aceitou o pedido de desculpas do atleta português, o qual convidou o garoto para conhecer o Old Trafford, estádio dos Red Devils.

-Publicidade-

Em entrevista à Sky Sports, a mãe de Jake, Sarah Kelly, contou o motivo pelo qual o adolescente não quer aceitar as desculpas do craque. “Só porque ele é o Cristiano Ronaldo? Por que faríamos isso? Agiu como se devêssemos um favor a ele, mas sinto muito, não devemos”

Em complemento, ela disse: “Recusamos gentilmente a oferta de ir para o United porque Jake não quer ir para lá e não quer ver Ronaldo (…) Se ele fosse genuíno, acho que deveria ter se virado no momento do incidente, pegado o telefone de Jake e dito: ‘Me desculpe'”

Entenda o caso

No último sábado o Manchester United, time que Cristiano Ronaldo joga, perdeu o jogo, e na saída para o vestiário o jogador deu um tapa no celular de uma criança que estava filmando. A mãe do menino se pronunciou sobre o caso ao jornal  ‘Liverpool Echo’, segundo ela o filho se machucou com o tapa dado por Cristiano.

A mãe contou que o garoto tem 14 anos e se chama Jake. De acordo com Sarah Kelly, era a primeira vez do menino assistindo ao seu clube de coração e o dia estava perfeito até então, com a vitória do Everton e o gol de Anthony Gordon. “Estávamos filmando os jogadores do United entrando no vestiário, quando Jake abaixou o celular porque Ronaldo bateu na mão dele e sua mão estava sangrando. Ele abaixou o celular para ver o que aconteceu, não conseguia nem falar”, contou Sarah Kelly.

Depois da situação, Cristiano pediu desculpas ao garoto e o convidou para assistir a um jogo. “Nunca é fácil lidar com emoções em momentos difíceis como o que estamos enfrentando. No entanto, temos sempre que ser respeitosos, pacientes e dar exemplo para todos os jovens que amam este belo esporte. Gostaria de me desculpar pela explosão e, se possível, convidar este torcedor para assistir a um jogo em Old Trafford como um sinal de fair-play”, escreveu o atacante português em seu Instagram. Veja o vídeo do momento aqui.