Criança

Paralisia infantil: falta de vacinação resulta em apenas 2 a cada 5 crianças imunes a poliomielite

A doença pode causar paralisia infantil - Getty Images
Getty Images

Publicado em 22/09/2022, às 14h32 - Atualizado em 26/09/2022, às 11h25 por Redação Pais&Filhos


O Brasil assim como outros lugares do mundo estão preocupados com a falta de vacinação infantil para doenças como a poliomielite que é causada por vírus, como consequências das infecções é possível a paralisia de criançasque não se imunizam contra a doença. Nos Estados Unidos, após quase dez anos registrou a volta da circulação do vírus e já existem os primeiros casos confirmados da volta da doença, esses casos geram preocupações em todo o mundo pelas ameaças que o poliovírus causa principalmente em crianças.

A Fiocruz fez um estudo onde o levantamento de dados mostrou que após uma análise da imunização em crianças menores de cinco anos apenas duas a cada cinco estão protegidas contra a paralisia infantil no território brasileiro.

paralisia-infantil
A doença pode causar paralisia infantil (Foto: Getty Images)

Devido à baixa adesão da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, foi prorrogada até o final do mês, dia 30 de setembro. A falta de vacinação preocupa especialistas, já que apenas 44% das crianças brasileiras foram vacinadas, ou seja, cerca de apenas 6,4 milhões das 11,5 milhões de criançasbrasileiras estão desprotegidas.

A situação é preocupante pois existem estados com adesão muito abaixo do esperado, como Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, que não atingiu nem 30% da meta estipulada para a vacinação.

Leonardo Weissmann, infectologista do Instituto  Emílio Ribas, em São Paulo explicou: “Enquanto houver uma criança infectada em qualquer lugar, crianças de todos os países correm o risco de contrair a poliomielite. Por isso, a imunização com alta cobertura deve ser mantida e ampliada nos países até que a pólio seja completamente eliminada do planeta.”

falta-vacinação-infantil
Falta de adesão das vacinas preocupa especialistas (Foto: iStock)

O infectologista ainda ressaltou como é importante a vacinação, pois à partir do momento em que ocorre a contaminação, não existem medicamentos que curem os infectados assim como não existe um tratamento específico: “Se as crianças deixarem de se vacinar, elas ficarão desprotegidas, outras poderão ser infectadas e a doença corre risco muito alto de voltar a se espalhar. Só que a pólio não tem tratamento específico e não tem cura. Em alguns casos, o vírus atinge o sistema nervoso, causando paralisia geralmente das pernas até o final da vida e, mais raramente, pode ocorrer paralisia dos músculos respiratórios, o que pode levar à  morte”, acrescentou Leonardo, especialista no assunto.

Assista ao podcast Mãe Natureba no POD&tudo:


Leia também

Paolla Oliveira e Diogo Nogueira falam sobre filhos - (Foto: Reprodução/Instagram)

Gravidez

Paolla Oliveira fala sobre gravidez e decisão de filhos aos 41 anos: "É libertador"

Viih Tube e Eliezer - (Foto: Reprodução/O Globo)

Família

Viih Tube e Eliezer se mudam para mansão de R$ 8,5 milhões; veja detalhes dos cômodos luxuosos

Alok faz anúncio em vídeo no Instagram - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Alok compartilha vídeo em família para anunciar: "Agora somos 6"

Imagem Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Família

Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Bruna Biancardi - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Bruna Biancardi comemora chegada de novo bebê na família: "Já amamos"

Filha de Flávia Alessandra está grávida? - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Filha de Flávia Alessandra surpreende em foto de aniversário: "Tá grávida?"

Mãe faz penteado maluco insipirado no trolls - Reprodução/ Instagram

Criança

Dia do cabelo maluco: mãe viraliza ao fazer penteado inspirado em um desenho infantil

Wanessa Camargo - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Wanessa Camargo conta que parcela compras no cartão e confessa dívidas: "Em 10 vezes"

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!