Réveillon: 11 coisas que você precisa saber sobre o ano novo antes de curtir a data

Para entrar no ano de 2020 com o pé direito, listamos tudo o que você precisa saber sobre a virada do ano

(Foto: Getty Images)

Pular sete ondinhas, usar roupa nova (e branca), comer  lentilha e brindar com espumante. Seja lá qual for a sua crença  ou religião, na virada do ano tudo é permitido. A felicidade e a paz estão de mãos dadas com a esperança de um novo ano mais tranquilo, com menos problemas e um ou outro desejo especial. É hora de refazer os planos, as metas, agradecer e prometer a si mesmo que ano que vem vai ser diferente.

É aquele momento em que os rituais do réveillon batem à porta. Aliás, você sabia que a palavra francesa réveillon quer dizer “acordar” e era usada antigamente para designar jantares longos e chiques?

Com o tempo, acabou se popularizando como sinônimo da festa de fim de ano.A confraternização universal, nome dado a essa virada do dia 31 de dezembro a 1º de janeiro é, em todo o mundo, um momento de renovação. “Adeus, ano velho, feliz Ano Novo”, como bem diz a música.

E para entrar no ano de 2020 com o pé direito (sim, isso também é sinal de sorte), listamos 11 coisas que você precisa saber sobre a virada do ano.

1. O Ano‐Novo é o feriado mais antigo do mundo

A data já era comemorada na Babilônia há 4 mil anos. O termo Confraternização Universal foi dado pela ONU para o dia 1º de janeiro, dia no qual as pessoas devem conversar umas com as outras para ter uma convivência pacífica nos restantes dias do ano.

2. Use branco

Esse costume também veio das tribos africanas e significa paz e purificação espiritual. Paz para você, para o mundo e para o coração. Muita gente também costuma usar uma peça de roupa, acessório ou detalhe na cor do ano que se inicia, em busca de sorte. O ano de 2015, de acordo com a astrologia, será regido pelo planeta Marte, por isso, a cor predominante é a vermelha. Outras cores também são tradicionais para a virada do ano

3. À beira-mar, pule sete ondinhas e entregue flores à Iemanjá

Mas por que sete? E por que flores? Diz a lenda grega que o mar tem um poder espiritual e renova nossas energias. Mas foi da África que veio a tradição de pular as sete ondas, pois o número 7, segundo os africanos, é espiritual e, ao pular todas as ondas, você invoca Iemanjá, que manda força para passar por cima das dificuldades do ano que está por vir. A entrega de flores e presentes para a rainha do mar faz com que todos os problemas sejam levados ao fundo do oceano e devolvidos em forma de ondas, o que dá sorte.

4. Promessas e mais promessas

É bem na virada do ano que você aproveita para atualizar a listinha do que foi pedido – e não foi cumprido – com novas promessas. Mas saiba que essa não é uma tradição recente. Os babilônios já as faziam há 4 mil anos. Mas em vez de pedirem para perder alguns quilinhos ou prometerem parar de fumar, eles juravam de pés juntos que devolveriam equipamentos de agricultura que haviam sido emprestados dos amigos.

5. Destinos mais requisitados da família brasileira para o Ano Novo no Brasil e no mundo

No Brasil: Rio de Janeiro, na Praia de Copacabana; Bahia (Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Trancoso, Ilha de Itaparica, Itacaré, Arraial D’Ajuda, Morro de São Paulo, Praia do Forte, Costa do Sauípe e Barra Grande); Fernando de Noronha e Fortaleza. No mundo, com praia: Cancun (México), Punta Cana (República Dominicana) e Miami (EUA), Sem praia: Nova York, Las Vegas, Orlando (EUA) e Paris (França)

6. O que fazer com as crianças na festa do Ano-Novo

É normal que elas estejam com sono ou fiquem com medo dos fogos de artifício. E isso pode durar até uns 2 anos de idade. Uma boa ideia é usar fones de ouvido para abafar o barulho. Assim elas não se assustam tanto.

Já com o sono, o melhor a fazer é atrasar o cochilo da tarde para que elas estejam acordadas à meia-noite, durante a virada. Se estiver no verão, ofereça muita água e uma alimentação mais leves para as pequenos.

7. Como se comemora o ano novo ao redor do mundo

Brasil

Mistura pura! Lentilhas por causa dos italianos,  bacalhau, dos portugueses, e roupas brancas por herança dos costumes africanos.

Áustria

Jogam chumbo derretido na água bem na virada. A figura que surge vira amuleto para ajudar a realizar os pedidos.

China

Celebra-se a data durante janeiro e fevereiro. Na véspera, luzes ficam acesas, representando amizade e reconciliação

França

Tem o costume de  comer ostras e diversos outros frutos do mar na ceia de Ano-Novo.

Estados Unidos

Passam a virada trajando preto e consomem black-eyed peas (um grão parecido com o feijão) na última ceia do ano.

Grécia

Deu origem à tradição de comer romãs na virada do ano. Lá, eles jogam a fruta no chão e aí dividem entre todos.

Israel

um costume comer maçã e cenouras com mel, no cardápio das principais refeições, para tornar a vida mais doce.

Itália

Muitas fitas verdes são distribuídas para atraírem boa sorte no ano que se inicia.

8. Um bebê na festa

A tradição de usar um bebê como símbolo do Ano-Novo foi adotada pelos gregos por volta do ano 600 a.C. Eles desfilavam com um bebê dentro de um cesto para homenagear Dionísio, o deus do vinho. O ritual era a representação do espírito da fertilidade.

9. Como desejar Feliz Ano Novo em vários idiomas

Albanês: GëzuarVitin e Ri

Dinamarquês: GodtNytar

Eslovaco: Št’astný Nový Rok

Espanhol: Feliz Año Nuevo

Francês: Joyeux Nouvel An

Italiano: Buonanno

Inglês: Happy New Year

Norueguês: Godt Nyttar

Sueco: Gott Nytt Ar

Tcheco: Št’astný Nový Rok

Croata: Sretna Nova godina

Alemão: Glückliches NeuesJahr

Finlandês: Onnel listauuttavuotta

Turco: Yeni Yılınız Kutlu Olsun

10. As maiores festas de Réveillon do Mundo

Nova York

 A Times Square recebe a maior festa de Ano Novo do mundo

Paris

Milhares de pessoas se concentram na Champs Elysées em busca do melhor ângulo para ver os fogos ao redor da Torre Eiffel.

Sydney

É onde acontece uma das maiores queimas de fogos de artifício do mundo, no porto de Sydney, na Austrália

Koh Phanganm

É uma ilha tipicamente festeira, na Tailândia. No Ano-Novo recebe a megafesta Full Moon Party, ou festa da lua cheia.

Rio de Janeiro

Em Copacabana é o cenário mais famoso de festa de Ano-Novo. Transmitido pelas emisssoras do mundo inteiro.

Balneário Camboriú 

 Em Santa Catarina acontece a maior festa de Ano Novo do país fora de uma capital.

11. Quando se comemora o Réveillon mundo afora

Na China, é no fim de janeiro ou começo de fevereiro.

No Japão é um pouquinho depois de nós, do dia 1º ao dia 3 de janeiro.

No judaísmo, o Ano- Novo é celebrado no primeiro dia do mês de Tishrei (meados de setembro).

Já no hinduísmo, a comemoração é 1º de março (sul da Índia) e 1º de outubro (leste e no centro indiano).

E no islamismo, a comemoração acontece 7 de dezembro.

Leia também:

Férias de verão: 22 ideias de programa para curtir um tempo em família

Ano novo em família: veja como os famosos passaram o Réveillon de 2019

Férias de verão: dicas de cuidados e saúde para que nada atrapalhe a diversão da sua família