18 estados anunciam prorrogação da quarentena e restrições mais rígidas para combater o coronavírus

O Isolamento social é aplicado no mundo para conter a disseminação do novo coronavírus. No Brasil, algumas cidades estenderam o fechamento de acesso a escolas, comércio e outros locais públicos

Resumo da Notícia

  • A ação é para combater a disseminação do novo coronavírus
  • Alguns Estados ainda não adotaram a medida
  • Confira os estados que já anunciaram a prorrogação do isolamento social
As famílias devem permanecer em casa (Foto: Getty Images)

O Distrito Federal e dezoito estados anunciaram nesta semana a prorrogação do isolamento social no mês de maio, com o propósito de combater o avanço do novo coronavírus.

-Publicidade-

Dentre esses estados estão; no Acre a prorrogação vai até o dia 15 de maio, Alagoas 15 de maio, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia , Santa Catarina, São Paulo, Piauí e Sergipe, estenderam as restrições de acesso a escolas, comércio e outros locais públicos.

Já Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima e Tocantins, não divulgaram se irão prorrogar ou flexibilizar o período de isolamento, segundo o G1.

-Publicidade-

A Região Metropolitana de São Luís, no Maranhão, foi o primeiro local no Brasil a adotar o bloqueio total. A duração da medida está prevista para dez dias, a partir da próxima terça-feira, 5 de maio.

Confira a medida de cada estado:

Acre

Pela terceira vez, o Governo do Acre estendeu a suspensão das aulas nas escolas das redes pública e privada do estado. A medida, agora, vai até o dia 15 de maio. Diferentemente do estado, a capital Rio Branco prorrogou a suspensão das aulas até 17 de maio. A nova decisão ainda deve ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Alagoas

O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), anunciou que vai prorrogar o decreto de emergência até o dia 15 de maio com medidas mais duras para conter a propagação do novo coronavírus e admitiu até a possibilidade de fechamento total do estado, (lockdown).

Amapá

O governador do Amapá, Waldez Góes, disse que vai prorrogar os decretos que preveem restrições para os serviços não essenciais da rede pública e privada, mas ainda não informou por quanto tempo os prazos serão estendidos.

Amazonas

Os serviços não essenciais no Amazonas estão suspensos até 13 de maio. Segundo o Governo do estado, a medida mantém a suspensão de atendimento público em restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação e similares.

Bahia

O novo decreto na Bahia prorroga até 18 de maio a suspensão das aulas em escolas públicas e particulares. A medida também impede a realização de eventos com mais de 50 pessoas.

Ceará

O atual decreto de isolamento social no Ceará vai até 5 de maio. Na sexta-feira, 1º de maio, o governador Camilo Santana (PT) sinalizou que irá prorrogar esse prazo e avalia medidas ainda mais duras, principalmente, em Fortaleza, onde houve uma escalada de casos e mortes pelo novo coronavírus.

Distrito Federal

Novo prazo prevê a restrições a eventos, parques, academias, restaurantes, bares e parte dodo comércio até 10 de maio. As aulas em instituições de ensino públicas e privadas permanecem suspensas até 31 de maio.

Espírito Santo

Na quinta-feira, 30 de abril, o Governo do Estado decidiu estender a suspensão das aulas até o final do mês de maio. Bares, eventos e parques também seguem suspensos por mais 30 dias. Já as academias continuam suspensas por mais 15 dias.O governador também informou que as atividades não essenciais dos municípios do mapa de risco, onde o prazo atual termina neste domingo, 3 de maio, também pode ser estendido.

Maranhão

A partir do dia 05 de maio, entra em vigor o decreto de lockdown (bloqueio total) de quatro municípios da Região Metropolitana de São Luís. A medida terá duração de 10 dias e foi tomada pelo Ministério Público do Maranhão devido ao aumento de casos e mortes pelo novo coronavírus.

Pará

O novo decreto de isolamento no Pará determina que até 15 de maio o fechamento de praias, igarapés, balneário, clubes. Na sexta-feira, 1º de maio, o governador Helder Barbalho, disse que pode adotar medidas mais duras, como utilizar a força do Estado, para garantir o isolamento social no estado.

De acordo com o governo do estado, o novo prazo se estende, também, aos estabelecimentos de atendimento ao público e paradas de ônibus, que devem ter demarcação de distanciamento social de 1 metro para filas, entre pessoas com máscara.

Paraíba

O período de quarentena de João pessoa foi estendido e agora, os serviços não essenciais permanecem fechados até 18 de maio.

Pernambuco

Comércio, serviços não essenciais, parques e praias permanecem fechados até o dia 15 de maio. As instituições de ensino tem prazo maior de fechamento, não devem abrir até 31 de maio. No arquipélago de Fernando de Noronha, a quarentena vai até o dia 10 de maio.

Rio de Janeiro

No estado, o isolamento foi prorrogado para 11 de maio. Já no município, a quarentena vai até o dia 15 de maio com as escolas fechadas. As medidas de isolamento foi prorrogada pela Prefeitura do Rio e governo do estado.

Rio Grande do Norte

As restrições do comércio agora vai até o dia 5 de maio. Novo decreto também suspende as aulas da rede pública e privada do Rio Grande do Norte até 31 de maio.

Rondônia

Até 17 de maio as escolas públicas estaduais e privadas estão com aulas suspensas. Na rede municipal, as prefeituras podem optar pela retomada das atividades escolares a partir do dia 4 de maio. Locais de entretenimento como bares e baladas dependem de regulamentação dos municípios para voltarem a funcionar.

O novo decreto permite que cultos religiosos voltem a ser realizados a partir do dia 2 de maio, respeitando as normas de higiene, limite de ocupação de 30% da capacidade máxima.

Santa Catarina

Governo anunciou na quinta-feira, 30 de abril, que transporte público, aulas e eventos seguem sem prazo de retorno no estado. A medida ocorre em paralelo ao afrouxamento das restrições da quarentena, que começou no dia 22 de abril e liberou a abertura do comércio, inclusive de shoppings, com algumas regras de distanciamento.

São Paulo

O prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), anunciou o bloqueio de avenidas a partir do dia 04 de maio para aumentar isolamento social. A cidade de São Paulo terá a quarentena prorrogada após o dia 10 de maio com restrições mais rígidas, segundo secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Sergipe

Após três dias de publicação, o governo de Sergipe revogou o decreto que afrouxou as regras de isolamento do comércio. A suspensão entrou em vigor no dia 1º de maio.

-Publicidade-