Americana que deu à luz em coma por conta da Covid-19 pega a filha no colo pela primeira vez

Angela Primachenko foi colocada em coma induzido depois de contrair coronavírus e a bebê nasceu no início do mês enquanto a mãe estava inconsciente

Resumo da Notícia

  • Angela Primachenko contraiu o novo coronavírus e foi colocada em coma induzido
  • No dia 1 de abril, ela deu à luz a filha Ava
  • A mãe acordou cinco dias depois do nascimento, mas não podia ter contato com a bebê ainda
  • Nesta semana, Angela testou negativo para Covid-19 e pôde pegar a filha
Americana que deu à luz durante coma induzido por estar infectada com Covid-19 finalmente pôde pegar a filha no colo (Foto: Getty Images)

Angela Primachenko estava grávida de 33 semanas quando descobriu que estava infectada com o novo coronavírus. A americana foi hospitalizada e colocada em coma induzido por conta da doença.

-Publicidade-

No dia primeiro de abril, ainda inconsciente, ela deu à luz a filha, Ava. Cinco dias depois, acordou do coma, mas como ainda estava se recuperando do Covid-19, Angela não pôde ter contato com a criança. Nesta quarta-feira, depois de testar negativo para a doença, ela pegou Ava no colo pela primeira vez.

Americana que deu à luz durante coma por conta do Covid-19 pega a filha no colo pela primeira vez (Foto: Reprodução/Instagram @angela_primo)

Tanto a bebê quanto o pai testaram negativo para Covid-19. A irmã de Angela tem informado os seguidores sobre a situação da família pelas redes sociais, e agora a própria mãe já pode postar fotos com Ava.

-Publicidade-

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-