Amigos e familiares fazem homenagem que toca o coração para enfermeira que morreu por coronavírus

A mulher tinha 40 anos e teve a morte confirmada no último domingo, 26 de abril, em Curitiba. De acordo com a Associação Paranaense de Enfermagem, o caso é a primeira morte de profissional da saúde pela covid-19 na capital

Resumo da Notícia

  • Amigos, colegas de trabalhos familiares da técnica de enfermagem, Valdirene dos Santos, de 40 anos, que morreu, em Curitiba
  • Os colegas de trabalho acenaram com bandeiras brancas para representar o pedido de paz e proteção contra o coronavírus
  • A homenagem terminou com aplausos, música e muita emoção
Amigos e familiares acenaram com bandeiras brancas pelo pedido de paz e proteção durante a homenagem — (Foto: Reprodução/Vídeo RPC)

Na noite deste domingo, 26 de abril, amigos, colegas de trabalhos familiares da técnica de enfermagem, Valdirene dos Santos, de 40 anos, que morreu, em Curitiba, por complicações do novo coronavírus, prestaram uma homenagem, que terminou com aplausos, música e muita emoção.

-Publicidade-

 Das sacadas do hospital, os colegas de trabalho acenaram com bandeiras brancas para representar o pedido de paz e proteção contra o coronavírus. Outros estacionaram carros em frente ao Hospital Marcelino Champagnat, onde ela trabalhava, e ligou os alertas dos veículos.

De acordo com a Associação Paranaense de Enfermagem, o caso é a primeira morte de profissional da saúde pelo novo coronavírus, em Curitiba. A Prefeitura da cidade informou que Valdirene estava internada há mais de três semanas.

-Publicidade-

Valdirene trabalhou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, no atendimento a um paciente com o novo coronavírus, segundo a associação. “Ela lutou bravamente pela vida, da mesma forma que se dedicou para cuidar da saúde de centenas de pessoas junto com a valorosa Equipe de Enfermagem do Hospital Marcelino Champagnat (HMC)”, disse o Hospital Marcelino Champagnat, segundo o G1.

-Publicidade-