Apresentador da Fox gera polêmica: “Não sei o motivo de dar um cargo importante para uma grávida”

O apresentador da FoxNews entrou em um debate sobre a contratação de grávidas para cargos altos e a resposta repercutiu nos Estados Unidos

Resumo da Notícia

  • Apresentador da Fox fez um comentário sobre grávidas terem cargos altos em empresas
  • A opinião dele causou inúmeros debates nos Estados Unidos
  • Nos Estados Unidos, 1 em casa 4 mulheres voltam ao trabalho duas semanas após o parto

Apresentador da Fox News, Brien Kilmeade falou que não sabia o por que alguém “daria pra uma mulher grávida um trabalho importante”. No decorrer do episódio do programa “Fox & Friends”, o apresentador discutiu sobre o recém-criado, conselho consultivo do Departamento de Segurança Interna, sobre a situação.

-Publicidade-

Em 2021, o cirurgião Vivek Murthy falou que essa desinformação de conhecimento era uma ameaça para a saúde pública. Nina Jankowicz é autora do livro “How to Be a Woman Online” (traduzido, “Como ser uma mulher Online”), onde ela fala afundo sobre o ódio que muitas mulheres recebem na internet. Ela foi nomeada para ser a líder do conselho consultivo e está grávida de 8 meses.

O programa foi ao ar e gerou discussão na internet (Foto: Reprodução/ Fox News/ Today)

Essa informação deixou o apresentador confuso, mesmo ele sendo pai de três filhos. “Eu não tenho certeza de como você consegue um emprego e então você simplesmente – você não pode fazer um trabalho por três meses” disse o apresentador.

“Não a estou culpando, mas não sei por que você daria a alguém um trabalho que considera tão importante” continuou Brien. No entanto, o Co-apresentador, perguntou quanto tempo a mulher tinha o emprego, e ela respondeu que eram dois meses. “Bem, eu vou defendê-la nessa, Brian”, disse o co-apresentador. “Ela tem o direito de ter um bebê e ter licença maternidade”.

Os comentários do apresentador da Fox causou divisões de opiniões nos Estados Unidos. Atualmente o país é a única nação industrializada que não existe licença parental remunerada. Análises de 2015 nas empresas mostraram que 1 a cada 4 mês retornam ao trabalho duas semanas após o parto.