Família

Avós de hoje se envolvem mais na vida dos netos e estudo mostra porque você não deve contrariar

Eles são tudo de bom!

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

grandfather

Avós são mais felizes por se envolverem na vida de seus netos (Foto: Pixabay)

Um novo estudo descobriu que os avós hoje de hoje em dia estão muito mais envolvidos na vida de seus netos do que as gerações anteriores, e a maioria deles está feliz com seus papéis. De acordo com a pesquisa da Nickelodeon Austrália, com famílias multi-geracionais em crescimento e mais de 800 mil avós cuidando de seus netos a cada semana, os avós estão muito mais presentes na vida de seus netos.

Muitos pais confiam em seus próprios pais para ajudá-los com os filhos. Esta pesquisa mostra que eles podem relaxar porque os avós expressaram o quanto eles gostam do vínculo que eles têm com seus netos, como resultado de passar muito tempo com eles.

Na pesquisa que juntou 1000 avós, 88% dizem que gostam de ser avós e 42% dizem que gostam mais de ser avós do que pais. Dos que prestam serviços de assistência às crianças regularmente, 71% dizem que estão desempenhando um papel maior do que seus próprios avós fizeram com eles. Como resultado, a maioria sente que tem um relacionamento mais próximo com seus netos e concorda que ajudar faz parte de seu papel dentro da família.

Os avós de crianças pequenas citaram passeios, jogos e leitura como algumas maneiras divertidas de passar tempo com seus netos. A família é sua prioridade número um, com 88% dos avós observando que é importante fornecer apoio e orientação, transmitir as tradições familiares e culturais e ensinar suas habilidades de vida aos netos.

Um terço dos avós diz que contribuem para os custos de criar os netos. Os avós aposentados gastam mais por mês em seus netos (uma média de US$ 402,40) com dinheiro, principalmente indo a presentes, comida e bebida, roupas, brinquedos e passeios de um dia.

Os avós também fazem sacrifícios para cuidar dos netos, com 40% dizendo que vão ajudar seus netos, e 20% dizem que pode ser um encargo financeiro. Apenas 10% indicaram que o cuidado afetou seus planos originais de aposentadoria.<