Bico de silicone para amamentar ajuda ou atrapalha? Saiba se ele é recomendado no aleitamento materno

A amamentação nem sempre é fácil, por isso, muitas mães acabam buscando acessórios que possam ajudar neste momento, como os bicos de silicone. Entenda se eles são mocinhos ou vilões durante esse processo

Resumo da Notícia

  • No início, é comum sentir dor na amamentação, afinal, é uma experiência completamente nova
  • Os bicos de silicone podem dividir opiniões, mas é importante analisar os casos individualmente
  • Conversamos com especialistas que deram diversas dicas sobre o tema

A amamentação é um período cheio de desafios e dúvidas, por isso, é superimportante que você esteja preparada psicologicamente para esse momento. No começo, é normal sentir algum desconforto, afinal, você nunca havia feito isso antes. Mas alguns acessórios, como os bicos de silicone para a amamentação podem dividir opiniões sobre o tema. Será que eles mais atrapalham do que ajudam?

-Publicidade-

Antigamente, era comum preparar os bicos dos seios para amamentar, mas hoje a história é outra. “O bebê aprenderá a mamar em qualquer formato de mamilo, talvez não seja tão fácil de início e seja necessário alguma ajuda para que isso ocorra, porém, isso não deve se tornar uma preocupação para a gestante ou mãe”, explica Cinthia Calsinski, mãe de Matheus e Bianca, enfermeira obstetra.

Os bicos de silicone para amamentar são indicados?

Os médicos não costumam recomendar esse tipo de acessório, já que ele impede que o bebê pegue no peito corretamente. “O que vai estimular a mãe a produzir o leite é a língua do bebê encostando no mamilo. Quando você coloca esse protetor, você tira esse contato”, explica o Dr. Moises Chencinski, pai de Renato e Danilo, pediatra, membro do departamento de aleitamento materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo, criador da campanha #EuApoioLeiteMaterno.

Os bicos de silicone na gravidez não são muito indicados pelos especialistas, mas é importante analisar cada caso individualmente (Foto: Shutterstock)

Mas cada caso é um caso e as situações devem ser analisadas à parte. Por outro lado, muitas mães contaram que os bicos de silicone acabam ajudando, principalmente aquelas que não possuem os bicos dos seios para fora, como mamilo invertido ou mamilo plano. “Eu sempre tive bicos dos seios planos. No dia que meu filho nasceu, comentei com a minha obstetra sobre a dificuldade que ele tinha de pegar o peito… Aí ela recomendou que meu marido fosse comprar o bico intermediário de silicone!”, conta Michelle Catuzzo Malinski, casada com João Alexandre, mãe de João Vitor, 4 anos. Michelle usou o bico intermediário por 40 dias e foi a salvação dela. Depois desse período, ela conta que a sucção já tinha ajudado a formar um bico. Com isso, ela conseguiu começar a amamentar sem a ajuda do acessório.

Como deixar de usar o bico de silicone para amamentar

  • Teste posições diferentes, até que você e o bebê se sintam mais confortáveis
  • Tente intercalar as mamadas com e sem o bico de silicone
  • Estimule o contato pele a pele
  • Converse com uma consultora de amamentação caso esteja sentindo muita dor para amamentar

É normal ter dor na amamentação?

No começo da amamentação, é normal sentir dor na hora da descida do leite. “É comum, principalmente nas primeiras mamadas, sentir uma fisgada ou um pouquinho de dor. Isso acontece normalmente quando tem uma rachadura ou fissura, por conta de uma posição inadequada da pega. A maneira certa é quando a criança abocanha a aréola e não o mamilo”, explica o Dr. Corintio Mariani Neto, ginecologista e obstetra, presidente da Comissão Nacional de Aleitamento Materno da Febrasgo e diretor técnico do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, pai de Adriana, Renata e Cassio.

“Dar de mamar em um horário fixo pode ajudar a causar lesão. Existem outras causas de dor, às vezes a mãe está muito ansiosa e isso aumenta a sensibilidade local”, completa Corintio. Segundo Rogério Fenile, mastologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Mastologia e pai Lucas e Isabella,  quando a dor é muito forte acaba até limitando o hábito de amamentar: “É preciso investigar se não existe alguma inflamação ou infecção e fazer uma avaliação geral do quadro”. Veja como evitar feridas nos seios durante a amamentação.

No início da amamentação, é normal que haja um desconforto, afinal, é uma experiência completamente nova para a mãe (Foto: Getty Images)

O tipo de bico dos seios pode interferir na amamentação?

Não necessariamente. A especialista comenta que alguns formatos podem facilitar ou dificultar para o bebê, mas vale lembrar que nenhum deles inviabiliza a amamentação. “É importante em casos de mamilos desfavoráveis, recorrer a um profissional especializado que auxiliará no processo inicial, pois quanto antes pedir ajuda melhor!”, comenta Cinthia Calsinski.

Devo preparar os seios para amamentar?

Não! Segundo a consultora de amamentação, o próprio organismo se encarrega do preparo, portanto não há necessidade. “Durante a gestação as glândulas de montgomery que se encontram na aréola começam a fabricar uma lubrificação que tem essa função. Não é necessário passar nada, tomar sol, esfregar. A única maneira comprovada pela ciência para se preparar é buscar informação de qualidade!”. Saiba mais sobre os cuidados com os seios na gravidez e pós-parto. 

Como higienizar os seios para amamentar?

Esse passo é super importante e deve ser feito com cuidado. “A higiene das mamas deve ser realizada no banho, apenas com água. Não é necessário passar sabonetes, pois interferem na lubrificação natural aumentando o risco de fissuras e desconfortos”, conclui Cinthia.