De partir o coração: mãe com câncer descobre que tem menos de 1 ano de vida logo após se casar

A mãe de 33 anos descobriu que estava com câncer de estômago em estágio quatro em maio. Ela havia se casado em março e contou com a ajuda do marido para contar para os filhos

Resumo da Notícia

  • Uma mãe de 33 anos relatou como disse para os filhos que estava com câncer terminal
  • Ela contou com a ajuda do marido para dar a notícia
  • Juntos, eles leram um livro para as crianças entenderem a stuação

Uma mãe britânica de três filhos recebeu a notícia de que tem menos de 18 meses para viver após descobrir que a “Síndrome do intestino irritável” que achava que tinha na verdade era câncer. A mulher recém-casada contou para o The Mirror como deu a notícia para as crianças.

-Publicidade-
A mãe de 33 anos havia acabado de se casar com o marido e contou com ajuda dele para dar a notícia para os filhos
A mãe de 33 anos havia acabado de se casar com o marido e contou com ajuda dele para dar a notícia para os filhos (Foto: Reprodução/ Kennedy News and Media)

Shona Johnson, de 33 anos, é mãe de Kelsey, de oito anos, Alijah, de cinco, e Kaya, de três. Dois meses após casar com o marido Jahred, de 28 anos, Shona foi levada às pressas para o hospital por sentir fortes dores abdominais, e foi diagnosticada com câncer de estômago estágio quatro. Ela já havia feito exames anteriormente por sentir cólicas, perder peso e estar inchada, mas diversas vezes foi assegurada de que não tinha câncer.

A mãe de 33 anos contou com a ajuda do marido para dar a notícia: “Meu marido tem sido um apoio incrível por balancear o trabalho com os cuidados dos nossos filhos e de mim”. Juntos, eles leram um livro para as crianças: “Lemos um livro incrível chamado ‘Mamãe vai para o hospital’, e as crianças se sentiram melhor por ver e ouvir que não é só com a mamãe delas que isso está acontecendo”. 

A mãe com câncer terminal contou que irá virar uma estrela para os filhos
A mãe com câncer terminal contou que irá virar uma estrela para os filhos (Foto: Reprodução/ Kennedy News and Media)

A reação das crianças deixou a mãe orgulhosa: “Foi a conversa mais dolorosa que já tive, mas a forma com que elas estão lidando está me deixando muito orgulhosa”. O filho mais velho de Shona tem autismo, e  ela diz ter ficado preocupada com o quanto ele entendeu da situação: “Não tínhamos certeza do quanto ele havia entendido, mas se perguntar para ele, ele dirá que o papai e irmãs cuidaram dele quando a mamãe virar uma estrela”. A filha mais nova implorou para a mãe não ir: “Contei que vou virar uma estrela e ela ficou chateada, me abraçou e me implorou para não ir”.