Família larga tudo por bitcoin e guarda fortuna ao redor do mundo

Pai, mãe e três filhos holandeses decidiram mudar de vida em 2017, quando o Bitcoin estava valendo uma média de US$ 900

Resumo da Notícia

  • Uma família holandesa decidiu vender tudo para investir em Bitcoins, em 2017
  • O grupo holandês é composto por um pai, uma mãe e três filhos
  • Em 2017, a moeda digital valia US$ 900
  • Agora, eles escondem a fortuna acumulada em cofres ao redor do mundo

A família Taihuttu, da Holanda, tomou uma radical decisão em 2017: vender tudo e investir o dinheiro acumulado em Bitcoin, uma moeda digital. Na época, a criptomoeda estava valendo uma média de US$ 900 e, agora, o grupo já conseguiu acumular uma fortuna incrível, que está dividida em cofres ao redor do mundo!

-Publicidade-

O grupo é composto pelo pai, a mãe e os três filhos. Em entrevista ao canal de televisão CNBC, Taihuttu – pai da família – conta que essa foi uma decisão pautada em mudança de estilo de vida, muito mais do que em propriamente enriquecer.

A família Taihuttu tomou a decisão de vender tudo e investir em Bitcoins em 2017 (Foto: Reprodução/ IstoÉ)

“Prefiro viver em um mundo descentralizado onde tenho a responsabilidade de proteger meu capital”, declarou. Por causa disso, ele encontrou um jeito inusitado de esconder o próprio dinheiro: em carteiras físicas, chamadas de hardware wallets, que não possuem conexão com a internet.

Esse método foi escolhido, ainda segundo Taihuttu, para se prevenir contra hackers e possíveis “ladrões” digitais. A carteira física é um método comum, mas perigoso, de armazenamento de criptomoedas – já que, como em um pen-drive ou HD, se ela se perde, acontece o mesmo com todo o dinheiro acumulado.

Mesmo assim, ele ainda contou em entrevista que possui as “hardware wallets” em dois esconderijos na Europa, dois na Ásia, um na América do Sul e um na Austrália. As carteiras físicas para armazenamento desse tipo de moeda são usadas por pessoas que também não confiam em bancos digitais.