Fotógrafa premiada com fotos de parto e família conta como ser mãe a ajudou na carreira

Fernanda Toigo começou na profissão como hobbie e, aos poucos, foi se tornando uma referência na área

Resumo da Notícia

  • Fotógrafa que ganhou prêmios com fotos de parto e família conta como ser mãe a ajudou na carreira
  • Ela começou na carreira como hobbie e, aos poucos, foi se tornando uma referência na área
  • Fernanda Toigo é mãe de Matheus e Luiza

A gravidez, o parto, os primeiro meses. O começo da vida de uma criança é, sem dúvidas, um momento mágico, tanto para o bebê, que em um período de 1 ano precisa aprender como sobreviver do lado de fora do útero, quanto para a mãe, que neste mesmo período aprende uma nova forma de viver, uma nova forma de amar. Justamente por ser tão marcante, os ensaios fotográficos são tão populares neste período. Afinal, quem não sonha em ter uma lembrança visual dessa época, que não volta mais. Fernanda Toigo, fotógrafa, sabe muito bem dessa importância e da relevância de captar os sentimentos por meio das imagens.

-Publicidade-
Foto vencedora do prêmio Inspiration Award
Foto vencedora do prêmio Inspiration Award (Foto: Fernanda Toigo)

A fotógrafa, que é especialista na área de família e maternidade, já ganhou diversos prêmios pelas imagens que capta, que buscam justamente trazer esse sentimento único, que também marcou a vida dela, de forma ou outra. “Lutei por anos para conseguir engravidar, enfrentando uma gravidez ectópica, duas fertilizações in vitro que não evoluíram e um aborto espontâneo. Quando os médicos e o seu corpo dizem que não é a hora, você se sente desnorteada. Sem chão. Nesse momento, desiludida e sem esperança, fiquei grávida naturalmente do meu primeiro filho, Matheus, hoje, com sete anos. A maternidade te transforma tanto quanto a luta para chegar até ela. O tempo passa a correr em outra velocidade e eu quero pará-lo e apreciar cada pequena descoberta daquela vida que saiu de mim”, conta ela, sobre a própria luta para engravidar.

Não só a própria gravidez, Fernanda também se encanta com a possibilidade de, por meio do trabalho, poder apreciar outras famílias e outras histórias. “A minha fotografia é próxima emocional e fisicamente. Eu preciso estar perto para ver o brilho nos olhos de uma mãe quando olha para o seu filho. Para cada vez que ela sente que todas as noites difíceis antes de chegar até ali valeram a pena. A vida é intensa e eu sou intensa porque sinto junto com os meus fotografados. Cada sonho de maternidade realizado é também o meu”, diz.

Fotógrafa que ganhou prêmios com fotos de parto e família conta como ser mãe a ajudou na carreira
Fotógrafa que ganhou prêmios com fotos de parto e família conta como ser mãe a ajudou na carreira (Foto: Fernanda Toigo)

Carreira

Hoje, Fernanda Toigo já acumula diversos prêmios na área da fotografia. Quem vê seu nome atrelado em tantas homenagens, logo imagina que ela sempre trabalhou com fotografia, mas a realidade é que esse nem sempre foi o ganha pão dela. O trabalho, aliás, surgiu de forma repentina, como um hobbie e, aos poucos, foi se tornando um verdadeiro sucesso. “Em meio às incertezas por que passávamos, decidi compartilhar com mais pessoas aquilo que me fazia tão bem. Coloquei um anúncio no meu condomínio me oferecendo para fotografar festas infantis. Já tive meu primeiro trabalho no mesmo fim de semana. Depois, vieram os ensaios de gestação, a documentação dos partos, as famílias, os retratos… E nunca mais parei de fotografar”, relembra.

A fotografia começou como um hobbie e logo se transformou em carreira
A fotografia começou como um hobbie e logo se transformou em carreira (Foto: Fernanda Toigo)

A experiência da maternidade bateu mais uma vez à porta quando ela já estava na área. “Aos dois anos de vida do Matheus, sofri outro aborto. Cada mulher que passou por isso sabe a sensação de impotência que nos toma. Mas, mais uma vez, fui agraciada com outra vida. Vencendo um descolamento de placenta, nasceu a Luiza, hoje, com três anos. Um serzinho que me surpreende diariamente. E, se com o primeiro filho veio o ofício, com ela veio o reconhecimento”.

Reconhecimento esse que vem desde os clientes, que já chegaram a levá-la para uma viagem para Miami para fotografar, até das instituições. “Em 2018, já com bastante estrada profissional, resolvi me expor no meio, participando de concursos de fotografia, e o reconhecimento começou a chegar paulatinamente. Meu primeiro prêmio foi na categoria Ensaios Incríveis pela maior associação de arte do Brasil, a Fine Art Association. Depois ganhei nas categorias Fotografia de Família, Eventos e Retratos”, relembra.

E ela não parou por aí! “Em 2020, fui agraciada com nada menos do que 19 prêmios, sendo 9 internacionais! Fotos premiadas nas categorias: Portrait, Ensaios Incríveis, Eventos e Família, pela Fine Art Association e Amarelos. E premiações internacionais na categoria Família, pela Inspiration Photographers, considerado no meio, o “Oscar” da fotografia. Também fui eleita por essa instituição como uma das 50 melhores fotógrafas de família do mundo. Em 2021, até essa data, foram três premiações na categoria Portrait, um de Parto e três de Família”, lista. O sucesso da fotógrafa prova que maternidade e carreira podem sim andar de mãos dadas e, mais do que isso, quando unidos, podem trazer um grande sucesso!