Grávida diz que pai ofereceu dinheiro para que ela colocasse o nome do irmão no bebê

A mulher contou em um fórum online que recusou a proposta e ficou muito “magoada” pela família tentar comprar o neto

Resumo da Notícia

  • Uma mãe coontou que os pais querem que ela coloque o nome do irmão no bebê que está esperando
  • Segundo ela, o primogênito não sobreviveu após lutar contra um câncer por 3 anos e agora os parentes querem homenageá-lo
  • Eles chegaram a oferecer dinheiro para tentar convencer o casal

Uma mãe compartilhou no fórum online do Reddit um impasse que está passando com a família: os pais querem que ela coloque o nome do irmão no bebê que está esperando. Segundo ela, o primogênito não sobreviveu após lutar contra um câncer por 3 anos e agora os parentes querem homenageá-lo. Eles chegaram a oferecer dinheiro para tentar convencer o casal.

-Publicidade-
Ela disse que se sentiu comprada (Foto: Getty Images)

Segundo a anônima, ela tem 26 anos e está grávida de 7 meses do primeiro filho com o marido. A mulher conta que desde que descobriram que estavam esperando por um menino, a pressão para escolher o nome do irmão surgiu.

“A perda do meu irmão deixou meus pais deprimidos. Eles conversaram com outras famílias que passaram pela mesma experiência e minha mãe ouviu uma das senhoras dizer que deu a sua neta o nome de sua irmã e sua saúde mental havia melhorado”, disse ela. “Minha mãe insistiu que eu batizasse meu filho com o nome de meu irmão para sentir que ele ainda estava aqui”, completou.

-Publicidade-

O problema é que o casal já havia escolhido um nome que gostaram muito e expressaram para os parentes a vontade de permanecer com ele. Quando os avós do bebê ouviram a notícia, disseram que não iam aceitar a decisão. “Ela disse que poderíamos chamar nosso bebê de qualquer coisa, mas o nome oficial dele seria o do meu irmão”, desabafou.

Ela recusou a proposta (Foto: Getty Images)

Na noite anterior a publicação do relato, porém, o pai da grávida ligou para a filha e se ofereceu para dar uma quantidade de dinheiro suficiente para que a família pagasse suas dívidas em troca da escolha do nome.

“Eu estava em um estado de descrença, ele conhecia a nossa situação financeira e que os aluguéis estão cada vez mais altos e mais difíceis de acompanhar, especialmente com o meu marido tentando procurar emprego. Eu fiquei furiosa que ele tentou comprar o nome e eu recusei”, contou. “Meu pai e disse que eu devo odiar meu irmão por insistir em não dar o nome ao meu filho”, completou.

A situação deixou a futura mãe magoada com a família e em dúvida sobre como agir. “Estou magoada com o desprezo do meu pai por mim e pelo bebê, principalmente por ele oferecer dinheiro comprar meu filho de mim”, finalizou.

-Publicidade-