Luis Lobianco lamenta a morte da avó, vítima de Covid-19

O ator informou os seguidores do falecimento da idosa. Ela partiu na madrugada da quinta-feira, dia 22 de julho

Resumo da Notícia

  • Avó de Luis Lobianco faleceu nesta madrugada, vítima da covid-19
  • O ator já tinha falado que o quadro de saúde da idosa era grave
  • Ele usou as redes sociais para dar a notícia os seguidores

Na manhã desta quinta-feira, 22 de julho, o ator e humorista Luis Lobianco usou suas redes sociais para contar aos seus seguidores que a avó havia falecido durante a madrugada, vítima da covid-19.

-Publicidade-
Luis já tinha falado que o quadro de saúde da avó era grave (Foto: Reprodução/ Instagram/ @luislobianco)

No domingo, o artista já havia informado os fãs sobre o caso grave da avó. Em uma publicação feita no Instagram ele falou: “Não tenho religião mas sou um homem que acredita em várias coisas invisíveis. Tenho muita fé na força das palavras e bons pensamentos. Nossa avózinha nesse momento luta bravamente contra a Covid 19 num quadro de infecção grave. Faço um apelo pra quem gosta da nossa família, vibrem conosco.”

Ele alertou: “E cuidem especialmente dos seus idosos. Vovó Bebel tem excelente qualidade de vida sob os cuidados dos meus tios e já tomou as duas doses de vacina. Mas sem ampla vacinação estamos vulneráveis, principalmente os velhinhos”.

Bebel faleceu nesta madrugada (Foto: Reprodução/ Instagram/ @luislobianco)

A avó de Luis não resistiu. Em outra publicação feita no Instagram, o ator informou os amigos sobre a partida de Bebel. Ele disse: “Amigas e amigos, vovó não resistiu à Covid e partiu nessa madrugada. É uma dor inexplicável assistir a uma senhora saudável, que dedicou a vida inteira aos outros, partir sozinha, isolada no hospital. A pessoa que salvou minha vida quando eu era criança”.

Ele também ressaltou a importância dos cuidados com a saúde em meio a pandemia: “Tá difícil demais, mas não podia deixar de vir agradecer pelas orações nos últimos dias. Usem máscara, não façam festa, acreditem na ciência, protejam os mais vulneráveis”, finalizou.