Mãe e filho estão entre 11 mortos em acidente de ônibus em Mato Grosso

Entre as vítimas do acidente de ônibus e uma carreta no Mato Grosso, estão mãe e filho. Os familiares foram os primeiros a serem encontrados pela perícia. Na sequência, ambos foram direcionados ao IML

Resumo da Notícia

  • Mãe e filho foram os primeiros a serem encontrados pela perícia no acidente que aconteceu na última terça-feira, 17 de maio
  • Os familiares foram direcionada ao IML (Instituto Médico Legal). No entanto, os profissionais do local informaram que eles estavam sem documentos
  • Ao todo, o acidente teve 11 vítimas

Entre as vítimas do acidente que envolveu um ônibus de viagem e uma carreta, estão a professora Sidinei Oliveira Cardoso, de 48 anos, e o filho dela, o Carlos André, de 11 anos. Os familiares foram os primeiros a serem identificados pela perícia, logo após o acontecimento da tragédia que ocorreu em Sorriso, no Norte do Mato Grosso – durante a última terça-feira, 17 de maio.

-Publicidade-

Sete corpos foram direcionados ao Instituto Médico Legal (IML) de Sinop, a 503 km de Cuiabá, entre eles, a professora e o filho. O IML informou que os sete corpos chegaram sem documentos. Sendo assim, tiveram que passar pelo reconhecimento familiar e identificação pelos papiloscopistas.

Segundo o chefe da Polícia Rodoviária Federal, foi um dos piores, se não, o pior acidente no trecho da rodovia
Segundo o chefe da Polícia Rodoviária Federal, foi um dos piores, se não, o pior acidente no trecho da rodovia (Foto: Reprodução/ Divulgação/ G1)

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) lamentou a morte de Sidinei e do filho. Além disso, informaram que a professora fazia parte da diretoria executiva do Sintep-MT e atuava no cargo de secretária geral.

“Sidinei Cardoso militava em várias frentes de luta pelo direito dos trabalhadores e em destaque das trabalhadoras, como integrante do coletivo de mulheres de Sintep-MT. Professora de Língua Portuguesa, na Escola Estadual Edeli Montovani, em Sinop, sempre se destacou pela atuação no combate à misoginia e pela garantia de atuação das mulheres no mercado de trabalho”, disse a nota.

Entenda o caso

Onze pessoas morreram em um acidente grave envolvendo um ônibus de viagem e uma carreta na BR-163, no norte do Mato Grosso, nesta terça-feira, 17 de maio. A Policia Rodoviária Federal também disse que tem outras vítimas.

O ônibus estava transportando 45 pessoas e o motorista ficou preso nas ferragens mas foi socorrido com vida. O braço dele foi amputado e ele está em estado grave. Já, o motorista da carreta teve lesões leves. O veículo saia de Cuiabá com destino a Sinop. A carreta saia de Sinop e ia para Rondonópolis. O perito criminal, Leandro Valendorf, disse que tem uma frenagem na rodovia produzida pelo ônibus, que aponta que o coletivo invadiu a pista contrária.

O ônibus levava 45 pessoas

Segundo informações da polícia federal, apontam que o motorista do ônibus dormiu no volante. Até esta tarde, a pista estava interditada e as vítimas estava sendo socorrida. Um helicóptero do centro integrado de operações aéreas foi encaminhado para o local também. “Um acidente muito trágico, muito triste. Talvez um dos maiores que já registramos nesse trecho. Temos várias pessoas que já foram removidas e encaminhadas ao hospital”, disse o chefe da Polícia Rodoviária Federal de Sorriso, Leonardo Ramos.

“Serve de alerta para todos os motoristas que passam por essa região. Esse é um trecho extremamente perigoso, um show de imprudências, de desrespeito à sinalização, de excesso de velocidade, e o resultado, infelizmente, é esse”, finalizou ele.