Mãe encontra erro na aplicação da vacina contra covid-19 no filho de 8 anos

As imagens mostram a enfermeira furando Nicolas porém o imunizante fica todo dentro da seringa

Resumo da Notícia

  • Uma mãe flagrou um erro durante a vacinação do filho
  • Nicola tem 8 anos e foi tomar vacina contra covid-19
  • A enfermeira não aplicou o imunizante no menino

Uma mãe gravou o filho, Nicolas, de 8 anos, se vacinando contra covid-19 para celebrar o momento tão esperado. Porém no momento da alegria, Cristiane Lopes não percebeu que a enfermeira não aplicou o imunizante no filho, e sim apenas furou o braço dele.

-Publicidade-

Após publicar o vídeo nas redes sociais, as pessoas entraram em contato com a mãe dizendo para ela prestar atenção no momento em que a profissional de saúde furou o braço de Nicolas, e realmente nas imagens a mulher não aplica a dose do imunizante nele.

O caso aconteceu na última quarta-feira em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. “Eles me mostraram a quantidade da dose certinha. Eu tava filmando na felicidade e logo após, postei. Então comecei a receber as mensagens de que tava mostrando que ela não aplicou a vacina nele. Eu trouxe meu filho para ser imunizado para ter mais um pouco de segurança num momento tão difícil. E acaba que foi colocada praticamente a vida dele em risco”, contou Cristiane ao G1.

A enfermeira fura o menino mas não aplica o imunizante
A enfermeira fura o menino mas não aplica o imunizante (Foto: Reprodução/YouTube)

Cristiane e o menino Nicolas, que tem problemas respiratórios, moram em Sentinela do Imbé, no distrito de Ibitioca, a 48 km de distância do ponto de vacinação. A Prefeitura informou que a profissional também está sendo ouvida e todas as medidas cabíveis serão tomadas para esclarecer o fato. A Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde (Subpav) também fará contato com a família para que a criança seja re-vacinada, caso seja confirmado a não aplicação da vacina.

A profissional foi afastada das funções e, segundo a Prefeitura, ela afirmou que a vacina foi aplicada. Cristiane disse que acredita que o caso tenha sido uma distração. “Eu creio que foi em um momento de distração mesmo e não por maldade. Até porque ela foi muito atenciosa com ele, ela tentava tranquilizar no momento da aplicação da vacina, mas se eu não filmasse eu não ia saber, né?”, disse a mãe.