Marcella Fogaça faz desabafo de arrepiar sobre maternidade real: “Eu ando exausta”

A cantora publicou duas fotos ao lado das filhas para escrever a reflexão sobre a carreira desde o nascimento das bebês

Resumo da Notícia

  • Marcella Fogaça falou sobre a realidade da nova rotina como mãe
  • A cantora é mãe de Pietra e Sophia
  • As gêmeas são frutos do relacionamento da artista com Joaquim Lopes

Marcella Fogaça  mãe das gêmeas Sophia e Pietra, costuma compartilhar a rotina com a família nas redes sociais, além de textos emocionantes. Nesta segunda-feira, dia 13 de dezembro, a cantora publicou uma reflexão sobre a maternidade real e o sentimento atual sobre esta nova fase da vida que está enfrentando.

-Publicidade-

Foi através do Instagram que Marcella Fogaça mostrou a mensagem para os fãs. “Eu ando meio sumida daqui eu sei. Outra pausa pra me encontrar… de novo. Mas acho que ser mãe é isso também né. A gente ir se encontrando e se reinventando repetidamente de acordo com as demandas das nossas crias.”, começou ela no relato. Para ver este conteúdo, clique aqui!

Em seguida, a artista comentou que, durante a nova fase, na maior parte do tempo ainda se sente uma forasteira no próprio corpo, mas quando segura as filhas no colo volta a encontrar a sanidade e que se sente  “completamente em casa.”

“Nada mais importa. Tudo faz sentido. Tudo o que eu preciso está ali naquele abraço. Só que não. Eu preciso de mais. E tudo bem tbm. Não é sobre amor. O amor está evidente, poderoso, onipresente. É sobre ser barco, porto, mas ainda assim querer ser mar.”, continuou Marcella.

Já no final do texto, Marcella admitiu outro lado da maternidadereal: o cansaço que sente como mãe. “Eu ando exausta. E X A U S T A. Mas nunca fui tão feliz. Mas de novo, não é sobre felicidade. É sobre sentir falta de dormir 8 horas seguidas. De ser dona do próprio tempo, de ter menos pensamentos, preocupações na cabeça. É sobre sentir falta da “velha eu”. ”

Por fim, a cantora concluiu dizendo: “A maternidade é a melhor e maior loucura dessa vida. E tá tudo bem. Eu não trocaria por NADA.  Mas temos que normalizar que “sentir falta” é ok. Não significa arrependimento, ou dor, mas sim manter a lembrança acesa, pra sempre termos nossa essência individual viva. Quanto mais normalizarmos, mais leve fica.”.

Nova rotina

A cantora e compositora, Marcella Fogaça, mãe das gêmeas Sophia e Pietra, costuma compartilhar a rotina com a família nas redes sociais, além de textos cheios de amor! Nesta quarta-feira, dia 08 de dezembro, ela publicou duas fotos das filhas para comentar sobre a última reflexão que fez sobre conciliar a maternidade com a carreira musical.

Em uma carta aberta aos seguidores, a artista começou a contar sobre a relação que estabeleceu com a música após o nascimento das bebês: “Como pode, 17 anos de carreira, tanto trabalho, tantos shows, tanta luta, conquistas, aprendizados, 40 músicas gravadas, mais de 100 composições na fila… estar eu aqui cantando músicas infantis, ou mesmo clássicos do rock transformados em “nenêsongs”, parada há quase dois anos por conta da pandemia e agora simplesmente porque não quero ainda ficar nem um segundo longe delas além do necessário”.

A artista escreveu um relato emocionante sobre a relação com a música após o nascimento das gêmeas
A artista escreveu um relato emocionante sobre a relação com a música após o nascimento das gêmeas (Foto; Reprodução Instagram @marcellafogaca)

Em seguida, Marcella comentou sobre a atual situação da carreira. “tô aqui aguardando a música me acordar pro fato de que ela não é só necessária, mas fundamental pra minha sobrevivência emocional nesse mundo. Acho que ela tá só esperando mais um pouquinho pra me dar aquele clique, vulgo tapa na cara e eu colocar em prática o show que já se desenha no fundo da minha cabeça, as músicas já rabiscadas, feitas banhadas em hormônios e renascimentos”, refletiu a mãe em dose dupla. Para ver este conteúdo, clique aqui!

“Sou muito grata de poder ter esse tempo pra elas 100%, sei que é um privilégio. Só tento não perder o ritmo certo dentro do meu coração, aquela linha tênue entre a pausa e o escanteio. Porque a gente precisa encontrar na areia movediça deliciosa que é a maternidade, o momento e o equipamento certos pra voltar pra gente, pros nossos sonhos, pra nossa vida que JAMAIS será a mesma e ainda bem, mas ainda nos pertence”, afirmou Marcella que, em seguida, mandou um recado final para os seguidores: “Encontrem a sanidade no caos gente linda… ela tem vontade de reencontros”