Paraná estuda parceria com Rússia para testar vacina mais avançada contra o coronavírus

De acordo com a Agência de Notícias do Paraná, a possibilidade de uma parceria começou a ser estudada. A vacina da Rússia é uma das mais avançadas e pode aumentar o leque de possibilidades do Brasil contra a doença

Resumo da Notícia

  • Paraná estuda parceria com a Rússia
  • Se isso acontecer, o estado receberá doses da vacina contra o coronavírus para testar
  • A vacina da Rússia contra a Covid-19 é uma das mais avançadas do mundo

A procura pela cura do coronavírus está à toda e muitos países estão produzindo e testando possíveis vacinas para conseguirmos lidar com a doença. Após resultados positivos em uma que está sendo desenvolvida pela Rússia, existe a possibilidade de o Paraná se tornar parceiro dela para receber doses do remédio, se aprovado.

-Publicidade-
Vacina contra o coronavírus deverá chegar no Brasil em dezembro deste ano (Foto: Getty Images)

A notícia foi divulgada pela Agência de Notícias do Paraná. Segundo informações, o Paraná poderá se tornar parceiro da Rússia na produção da vacina contra o novo coronavírus, que está em fase final de testes.

Por enquanto, o Brasil participa dos testes de imunização de vacinas produzidas pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, e na China. A vacina russa, porém, é uma das mais adiantadas no mundo todo.

-Publicidade-

Até o primeiro semestre de 2021, a expectativa é que tenhamos até três vacinas para poder imunizar a população – a entrada da vacina russa no leque de possibilidades no Brasil aumentam as opções para conseguir vencer o coronavírus.

-Publicidade-