Príncipe Harry e Meghan Markle recusam título nobre para primogênito

Segundo Andrew Morton, biógrafo que estuda a Família Real, o casal decidiu renunciar ao título de Archie logo quando este veio a nascer

Resumo da Notícia

  • O príncipe Harry e Meghan Markle recusaram título nobre do filho Archie
  • As informações são de um biógrafo da Família Real
  • A mesma decisão foi aplicada para a filha, Lilibet Diana

Andrew Morton, um biógrafo que escreve sobre Família Real britânica, revelou à revista Us Weekly que Meghan Markle, de 40 anos de idade, e o Príncipe Harry, de 37 anos, teriam recusado um título nobre para Archie, atualmente com 2 anos, após o nascimento do menino. A mesma decisão foi aplicada para a filha, Lilibet Diana, de 4 meses de idade.

-Publicidade-

Atualmente divulgando um novo livro chamado “Meghan e o Desmascaramento da Monarquia: Uma Princesa de Hollywood”, Morton contou em entrevista para a imprensa inglesa que Meghan queria que o filho recebesse o título de Príncipe assim como seus primos diretos, George, Charlotte e Louis, filhos do Príncipe William com a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

Entretanto, ao saber que Archie não teria esse reconhecimento, recusou para o filho qualquer outro título real que estivessem disponíveis para o cargo. Segundo Andrew Morton, o motivo pelo qual os Duques de Sussex se negaram a aceitar um título qualquer para o primogênito foi o medo dele ser ‘ridicularizado’ na escola.

Harry e Meghan são pais de Lilibet e Charlie
Harry e Meghan são pais de Lilibet e Charlie (Foto: reprodução / Instagram @sussexroyal)

“[Archie] poderia ter ficado com o título [de] Conde de Dumbarton, que é um título honorário, mas [Harry e Meghan] decidiram contra isso porque sentiram que a palavra ‘burro’ (dumb, em inglês) na palavra ‘Dumbarton’ poderia ser alvo de bullying quando Archie for para a escola.”, respondeu o biógrafo em entrevista.

Além disso, também foi dito que os pais do garoto deixaram ‘perfeitamente claro’ que não queriam que Archie tivesse um título, porém, afirmaram que gostariam que fosse ele quem decidisse isso quando se tornar mais velho.