Mulher descobre gravidez aos 8 meses de gestação após ir ao banheiro

Siobhan Buchanan não tinha ideia de que estava esperando um bebê, já que a barriga não cresceu e o ciclo estava regular. A jovem chegou a fazer dois testes, mas nenhum deles apontou a gravidez

Resumo da Notícia

  • Siobhan Buchanan não tinha ideia de que estava esperando um bebê
  • Ela conta não sabia da gravidez pois a barriga não cresceu e o ciclo estava regular
  • A jovem chegou a fazer dois testes de gravidez, mas ambos deram negativo

Em Perth, Escócia, uma mulher que amava a se divertir, teve uma grande surpresa: ela deu à luz um bebê sem saber que estava grávida. Siobhan Buchanan não tinha ideia de que estava esperando um bebê, já que a barriga não cresceu e o ciclo estava regular.

-Publicidade-

Ela e o então namorado, Kieran Millar se cuidavam e usavam preservativos. Em março de 2019, Siobhan  disse que estava no trabalho quando teve dores nas costas e, no dia seguinte, foi levada às pressas para o hospital.

Ao ser hospitalizada, os médicos disseram que ela estava em trabalho de parto e, poucos minutos depois, ela deu à luz o bebê Oscar, agora com 1 ano. “Eu me prevenia, tinha barriga lisa e meu ciclo vinha todos os meses, não tinha como eu saber”, conta. “Não pude acreditar que carreguei um bebê por nove meses sem saber. Felizmente, ele era um menino saudável”, completou Siobhan.

-Publicidade-

A mãe de Siobhan, Yvonne Buchanan, vendedora de loja, notou que o rosto de Siobhan parecia ‘inchado’. “Minha mãe sempre dizia que meu rosto estava inchado e gordo. Como também tive espinhas, o que não era do meu feitio, ela se convenceu de que eu estava grávida. Na época, eu ri e disse a ela para não ser “viajar”. Kieran e eu éramos extremamente cuidadosos. Além disso, meus ciclos eram regulares, então era impossível”, relembra.

Apesar da filha afirmar que não poderia estar esperando um bebê, a mãe de Siobhan não desistiu e, em janeiro de 2019, ela insistiu até que a mulher fizesse um teste de gravidez. “Como eu pensava, deu negativo. Minha mãe ficou chocada e não parava de dizer que parecia que eu tinha uma pele de grávida. Eu disse a ela para ela esquecer essa ideia. Mas logo depois, comecei a desejardoces. Eu olhei para o minha barriga e estava completamente reta. Eu sabia que não estava grávida”, conta Siobhan.

Apesar do primeiro teste de gravidez ser negativo, Yvonne quis confirmar novamente o resultado. “Minha mãe ainda estava inflexível e ela me comprou duas marcas diferentes de testes de gravidez novamente. Para mantê-la quieta, eu os peguei e novamente, eles foram negativos”, disse.

O parto que começou no banheiro

Dois meses depois, em março de 2019, Siobhan estava no trabalho quando sentiu uma terrível dor lombar. “Do nada, tive uma dor nas costas. Achei que fosse minha cadeira desconfortável. Mais tarde naquela noite, em casa, continuei reclamando com meus pais que minhas costas estavam doendo. Minha mãe me deu um pouco de medicação. Meu pai achou que eu poderia estar com prisão de ventre.  Então, decidi apenas ir dormir cedo”, lembra.

Mas na manhã seguinte, a dor de Siobhan aumentou. “Eu me arrastei até o banheiro e quando me sentei, senti um jato de água entre minhas pernas. Eu estava tão confusa. Minha mãe e pai não estavam em casa, então liguei para eles. Eu disse a eles que algo estava errado e que eu precisava ir para o hospital”, conta.

Os pais de Siobhan a levaram às pressas para o hospital Perth Royal Infirmary. Lá, um médico pediu que ela fizesse um teste de gravidez. “Eu estava cansada de fazer os testes, já sabia que seria negativo, mas não tinha escolha. Poucos minutos depois, fui informada que eu precisava ser levado para outro hospital. Eles me levaram para uma ambulância e eu não tinha ideia do que estava acontecendo. Então, minha mãe me acompanhou enquanto meu pai estava no trabalho”.

Momentos depois, Siobhan chegou ao Hospital Ninewells, Dundee. “Para minha surpresa, eles me levaram para a maternidade e fizeram uma ultrassonografia. De repente, ouvi o som de um batimento cardíaco. Eu olhei para a tela e havia um bebê. Eu estava em trabalho de parto! Antes que eu pudesse reagir, senti queimação entre minhas pernas e as enfermeiras me disseram que eu dando à luz”, lembra.

Apenas dez minutos depois, Siobhan deu à luz um bebê. “Olhei para o meu filho sem acreditar. Minha mãe estava chorando e o segurou no colo. O médico explicou que estava deitado de costas, por isso não tive inchaço”, lembra ela.

A jovem disse que o pai do bebê também não acreditou no início. “Enquanto minha mãe ligava rapidamente para o meu pai para contar a novidade, mandei uma mensagem para Kieran. Eu disse que tive um bebê e ele era pai. Ele pensou que eu estava brincando, mas finalmente entendeu. Ele estava pasmo. Infelizmente, ele estava preso no trabalho, então não pôde vir imediatamente”, disse.

Então, Siobhan chamou o bebê de Oscar. “Depois de cinco dias, levei Oscar para casa e Kieran finalmente o conheceu. Depois disso, nossas famílias se reuniram e nós ajudaram a comprar o enxoval do bebê. Kieran realmente começou a ser pai, mas com o tempo, acabamos nos separando. Mas ele ainda é um pai incrível”, conta.

Agora, Oscar está com 23 meses e ele e Siobhan tem casa própria. “Mal posso esperar para contar a Oscar a história de seu nascimento quando ele for mais velho. Ele surpreendeu a todos nós. Agora, minha mãe constantemente diz ‘eu te avisei!'”, brinca.