Saiba o motivo do carro nem sempre ser a melhor forma de transporte para a família durante pandemia

Os especialistas também fazem um alerta sobre o ar-condicionado do veículo, além da higienização antes e após o uso, tanto sozinho como com a família

Resumo da Notícia

  • É importante manter uma distância de dois metros entre os passageiros de transporte
  • Especialistas alertam sobre o uso de ar-condicionado
  • As janelas sempre precisam ficar abertas para o ar circular
  • Higienize o veículo antes e após o uso
É importante ficar atento ao ar-condicionado do carro também! (Foto: Getty Images)

Na tentativa de ter menos contato com pessoas contaminadas por coronavírus, muitas pessoas tem recorrido a utilizar os carros como meio de transporte. Com a suspensão gradual da frota de ônibus o rodízio em São Paulo já foi liberado desde terça-feira passada.

-Publicidade-

Com a alternativa de transportes particulares, como Uber, 99 e Cabify, o contato com outros usuários seria menor durante o trajeto. Apesar de parecerem mais seguros, ainda não existe uma unanimidade entre os especialistas sobre o uso. Para conter parte do problema, a primeira empresa já cancelou a corrida “Juntos” no Brasil, que era uma modalidade compartilhada.

Em entrevista à Uol, o infectologista Eduardo Sprinz, chefe do Serviço de Infectologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre explicou o seguinte: “O problema não está no carro, no transporte por aplicativo, nos ônibus ou nos trens e sim na quantidade de pessoas juntas. Se houver quatro pessoas em um carro pequeno e uma estiver contaminada, a chance da transmissão da infecção para os outros será grande”.

-Publicidade-

Ainda de acordo com o infectologista, dependendo da situação, o risco de contágio em um ônibus pode ser até menor. “Em um ônibus que não esteja cheio e com as pessoas separadas por dois metros, a chance de transmissão não será grande”.

Sempre deixe as janelas abertas e higienize o veículo antes e após o uso (Foto: Getty Images)

Sobre o ar-condicionado nos veículos, muitos pensam que pode melhorar o risco, mas ele não ajuda na prevenção do covid-19. “O ar-condicionado, principalmente quando ele somente renova o ar internamente, é pior ainda, pois ajuda ainda mais na disseminação. Não há renovação do ar que será respirado”, explica.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Transportes (SMT), recomenda que os motoristas circulem com as janelas abertas para uma maior ventilação. Com isso, é muito importante a higienização constante do veículo antes e após o uso. Até o momento, já foram registrados 621 casos confirmados de coronavírus no Brasil.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!